Ações de formação “Plano de ação para a vigilância e controlo da vespa velutina em Portugal “níveis básico e avançado”

Ações de formação “Plano de ação para a vigilância e controlo da vespa velutina em Portugal “níveis básico e avançado”

[Fonte: DGAV] A DGAV, em colaboração com ICNF, INIAV, FNAP e as Comunidades Intermunicipais do Médio Tejo, Alto Alentejo, Alto Tâmega e Área Metropolitana do Porto, vai  realizar um conjunto de ações de formação do “Plano de ação para a vigilância e controlo da vespa velutina em Portugal“.

LocalDataMoradaData limite de envio das inscriçõesNível Formação
CIM
Médio Tejo
29 de outubroRua dos Bombeiros Voluntários, n.º 1 – 1.º Andar, 2250-028 ConstânciaLat: 39º28’40.24″N Long: 8º20’12.60″O25 de outubroBásica
CIM
Alto Alentejo
5 de novembroA designar30 de outubroBásica
CIM
Alto Tâmega
13 de novembroAuditório Eng. Luís Coutinho, Avenida dos Aliados 9,  5400-038 Chaves. (Coordenadas GPS: 41°7431251″N 7°471388 W).8 de novembroAvançada
Área Metropolitana do Porto20 de novembroA designar15 de novembroBásica
CIM               Alentejo Central27 de novembroA designar22 de novembroBásica

Estas ações destinam-se essencialmente a:

Técnicos dos vários Organismos da Administração Central e da Administração Local do Estado – DGAV; INIAV; ICNF; DRAP; Câmaras Municipais (nomeadamente GTF – Gabinetes Técnicos Florestais e Serviços Municipais de Proteção Civil);

Técnicos de Organizações de Apicultores (associações, sociedades, cooperativas); de Caça; de Produtores Florestais;

Elementos do SEPNA/GNR (incluindo operadores da linha SOS Ambiente); Bombeiros; Guardas de Recursos Florestais; Vigilantes da Natureza; e Sapadores Florestais.

Ficha de Inscrição deve ser enviada à DGAV, para o e-mail: formacao.especializada@dgav.pt

Programa da formação básica

Programa formação avançada

Comente este artigo
Anterior Fitossanidade. Comissão publicou a lista das 20 pragas de quarentena consideradas prioritárias
Próximo Projetos relevantes e diferenciadores na região do Alentejo

Artigos relacionados

Últimas

Arrigoni propõe novas coberturas para a cerejeira

A produção de cereja é uma das mais complexas e delicadas pois, tal como outras frutas, como o pêssego, o kiwi ou a ameixa, […]

Eventos

Conversas de Agricultura na 34ª Ovibeja – 28 de Abril – Beja

A Agrogarante estará presente na 34ª edição da Ovibeja, que vai decorrer de 27 de abril a 1 de maio, no Pavilhão Institucional e Agroalimentar. […]

Sugeridas

Fabricantes investigam ingredientes alternativos e sustentáveis para alimentação animal

[Fonte: Observador] Portugal importa cerca de 80% da matéria-prima para o fabrico de alimentação animal. Uma associação investiu 250 mil euros em investigação para substituir os ingredientes de rações em Portugal. […]