A Inteligência na ponta dos dedos – Frederico Avillez

A Inteligência na ponta dos dedos – Frederico Avillez

O termo inglês Business Intelligence, ou BI, é um jargão incontornável na gestão de negócios de qualquer sector. Pode ser traduzido como “Inteligência Empresarial”, mas a tradução ainda assim não facilita a sua compreensão.

BI pode ser definido como a actividade de recolher, organizar, monitorizar dados/informação sobre um negócio e/ou processos para servir de suporte à tomada de decisão com vista a replicar aquilo que tem bons resultados e evitar o que não funciona.

Existem no mercado soluções de software que ajudam a concretizar estes princípios, que são desenvolvidas especificamente para o setor agroalimentar, contam com centenas de aplicações e casos de sucesso inspiradores.

Um fator crítico de sucesso deste tipo de soluções é a sua perfeita adaptabilidade às necessidades concretas de cada caso. Para isto é muitas vezes essencial recorrer à experiência de uma equipa de consultoria que conheça o setor e tenha nele provas dadas.

A conjugação da consultoria com soluções específicas e o apoio da formação dos utilizadores envolvidos parece ser a melhor via para avançar no caminho da recolha e análise da informação dos processos de negócio, apoiando a tomada de decisão, tanto ao nível mais imediato e discreto como nas questões de efeito estrutural e estratégico.

Recentemente, com a banalização do smartphone e a cada vez maior capacidade destes dispositivos, tem vindo a ser feito um trabalho significativo no desenvolvimento de aplicações de gestão para uso em mobilidade.

Uma face muito visível e característica destes novos sistemas são os dashboards ou painéis de controlo que fornecem informação de forma rápida e condensada sobre os mais diversos processos, desde a produção agrícola, pecuária e agroindústrial à logística ou às vendas.

Estes painéis de controlo são frequentemente de fácil criação e podem apresentar variadas formas, tais como quadros de indicadores críticos de desempenho (KPI), gráficos de diferentes tipos ou totalizadores relevantes.

Para além dos dashboards também se destaca o crescente número de funcionalidades que têm vindo a ser disponibilizadas nas plataformas móveis, tornando cada vez mais fácil o registo e consulta da informação de gestão em qualquer lugar e sempre que surge a necessidade ou oportunidade.

Hoje todos temos no bolso um dispositivo com enorme capacidade de computação, um ecrã de grandes dimensões e boa conetividade em (quase) todo o lugar. Com ajuda das aplicações de gestão nestes aparelhos conseguimos ter toda a inteligência dos negócios na ponta dos dedos!

Frederico Avillez

CEO Founder da AGROGESTÃO

Comente este artigo
Anterior FAIRshare – Introdução do inventário de Ferramentas e Serviços de Consultoria Digital
Próximo Los precios del porcino de capa blanca se acercan a máximos

Artigos relacionados

Últimas

Boas práticas na Alimentação Animal geram Alimentação Humana mais segura

Realiza-se no dia 30 de março, terça-feira, às 10h00, o webinar SANAS – Segurança Alimentar, Nutrição Animal e Sustentabilidade. A iniciativa é promovida pela IACA – […]

Últimas

Cotações – Ovinos e Caprinos – Informação Semanal – 27 Julho a 2 Agosto 2020

Na semana em análise registou-se uma subida generalizada das cotações médias nacionais dos borregos analisados, de <12 kg e 22-28 kg (+12 cêntimos / kg, em ambos os casos) e de >28 kg (+7 […]

Nacional

UE quer proibir munições de chumbo nas áreas húmidas. Caçadores dizem que Regulamento tem “abordagem claramente contrária ao Direito da UE”

A polémica já começou e promete continuar. A Comissão Europeia pretende proibir munições de chumbo nas áreas húmidas, através do Regulamento […]