Jaime Gómez-Arnau é o novo chairman da sapec agro business

Jaime Gómez-Arnau é o novo chairman da sapec agro business

Jaime Gómez-Arnau foi nomeado, desde  15 de Fevereiro de 2018,  o novo Chairman do Conselho de Administração da Sapec Agro Business reforçando a empresa no seu caminho de internacionalização e crescimento global, após a sua aquisição pelo fundo de investimento Bridgepoint em janeiro de 2017.

Jaime Gómez-Arnau foi CEO da Cheminova e Vice-Presidente da FMC para a Europa, Médio Oriente e África, tendo iniciado a sua carreira em 1976 na área da proteção e nutrição vegetal, com um percurso profissional em várias empresas do setor, como a Ciba Geigy ou a Rhône Poulenc Agro.

Hector Pérez, da Bridgepoint, sublinha a “vasta experiência de negócios e liderança de Jaime Gómez-Arnau num setor muito exigente, que será uma enorme mais-valia no quadro da nova visão de Sapec Agro Business como player mundial no negócio agrícola”.

A empresa destaca-se na arena mundial através de duas áreas de negócio, a nutrição e a proteção de culturas, maioritariamente representadas pela Sapec Agro e Tradecorp. Na área da proteção de culturas, tem uma maior presença nos mercados do sul da europa, sendo líder ibérica no fabrico, distribuição e venda de produtos off-patent diferenciados. Através da área de nutrição de culturas, encontra-se atualmente presente em cerca de 70 países.

Registando um forte crescimento, o volume de negócios da empresa cresceu de 110 milhões de euros para 240 milhões de euros nos últimos anos, bem como o EBITDA que quadruplicou de 11 milhões de euros para 46 milhões de euros.

Jaime Gómez-Arnau confessa o seu “entusiasmo pelo novo desafio”, que “contém todos os ingredientes para o sucesso: equipa altamente motivada, um portfólio muito diversificado com potencial de crescimento e meios humanos e técnicos de elevadíssima qualidade”.

Para Eric Van Innis, CEO da empresa, “este é um passo importante em direção ao nosso objetivo de aceleração do crescimento do negócio, inaugurando novos mercados e lançando soluções inovadoras desenvolvidas internamente”.

O investimento contínuo em tecnologia, área regulamentar, R&D e recursos humanos altamente qualificados, são elementos-chave que permitem o desenvolvimento de produtos fitofarmacêuticos e fitonutrientes diferenciados, e posicionam a empresa num lugar de destaque na arena mundial. Atualmente a Sapec Agro Business está presente nos cinco continentes, e os seus produtos são desenvolvidos em quatro unidades fabris localizadas em território europeu (Portugal, Espanha (2) e Irlanda).

 

Comente este artigo
Anterior Simpósio sobre a agricultura biológica - 8 de Março 2018 - Santarém
Próximo Produto de origem natural para controlo das infestantes Katoun Gold, uma alternativa ao glifosato para espaços verdes.

About author

Artigos relacionados

Nacional

CNA na Reunião de Reunião de Alto Nível sobre Agricultura Familiar e Desenvolvimento Sustentável na CPLP

A CNA participou, nos dias 6 e 7 de Fevereiro, em Lisboa, com uma significativa delegação de Agricultores, na Reunião de Alto Nível sobre Agricultura Familiar e Desenvolvimento Sustentável na CPLP (Comunidade dos Países de Língua Oficial Portuguesa).
O evento, que decorreu no âmbito das actividades do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSAN) da CPLP e no seguimento da Reunião Extraordinária de Brasília (Junho, […]

Últimas

Costa quer consenso para impor reordenamento florestal e travar eucalipto

Lisboa, 28 jun (Lusa) – O primeiro-ministro defendeu hoje um amplo consenso político para uma reforma estrutural que imponha um reordenamento da floresta, tornando-a rentável do ponto de vista económico, e que ao mesmo tempo limite a expansão do eucalipto.

Comente este artigo
#wpdevar_comment_5 span,#wpdevar_comment_5 iframe{width:100% !important;} […]

Comunicados

Syngenta: Tecnologia Syngenta eficaz na proteção das vinhas na Região dos Vinhos Verdes

[Fonte: Syngenta]
A produção de Vinho Verde sofreu este ano uma quebra de 20%, mas os vinhos apresentam excelente qualidade, são muito equilibrados, com acidez média a baixa e bons teores de álcool. As conclusões foram apresentadas nas Jornadas Técnicas de Balanço do ano vitivinícola 2018, […]