Garantido alimento para as colmeias sobreviventes aos incêndios

Garantido alimento para as colmeias sobreviventes aos incêndios

Os apicultores das zonas afetadas pelos incêndios podem, a partir de dia 15 de novembro, recorrer a ajudas para alimentação das colmeias localizadas nas áreas ardidas e cuja sobrevivência se encontra ameaçada. A Federação Nacional dos Apicultores de Portugal (FNAP) estima que estejam nesta situação um efetivo de 110.615 colmeias.

Na sequência dos incêndios ocorridos em 2017, a FNAP e as organizações de apicultores suas filiadas, têm vindo alertar para a necessidade de apoiar as explorações apícolas das zonas afetadas, cujo futuro se encontra ameaçado, devido às perdas de efetivo e à escassez de pastagem que se fará sentir até ao início da Primavera seguinte.

Consequência do acompanhamento desta situação pelo Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Florestas, foi assegurado o fornecimento de 100 toneladas de açúcar para alimentar as colmeias localizadas nas áreas ardidas e cuja sobrevivência se encontra ameaçada. Esta medida de apoio foi anunciada na passada terça-feira pelo Secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e das Floretas, Eng. Miguel Freitas, na Sessão de Abertura do X Encontro de Apicultura do Algarve, e confirmada pelo Sr. Ministro da Agricultura, Dr. Luis Capoulas Santos em entrevista dada na quinta-feira, onde também realçou a importância da apicultura enquanto atividade económica fulcral para o desenvolvimento das zonas rurais, mas também como atividade potenciadora da regeneração natural da flora e dos habitats das áreas afetadas pelos incêndios.

O exaustivo levantamento feito pelas organizações de apicultores locais permitiu identificar 2.245 explorações cujo futuro se encontra ameaçado total ou parcialmente, no que totaliza um efetivo de 110.615 colmeias.

A partir de dia 15 de novembro, podem estes apicultores contactar com a organização de apicultores local, de forma a receber este apoio essencial para a sobrevivência da sua exploração, bem como para o furo do sector apícola nacional.

Mais informações: www.fnap.pt

Comente este artigo
Anterior Afrucat: España debe reducir un 15 % la superficie de melocotoneros y nectarinas
Próximo 40 milhões de garrafas vendidas em 2017 marca novo recorde para Região dos Vinhos de Lisboa

Artigos relacionados

Últimas

TOP 5 das notícias, mais lidas, da semana

As notícias mais lidas e partilhadas da semana. Para as ler ou reler clique nas imagens.

1-34ª Ovibeja – 27 de Abril a 1 de Maio 2017 – Beja

2-Lusiaves quer incentivar jovens a criarem o seu próprio negócio no setor avícola

3-Sabe quem está a marcar a agricultura portuguesa? […]

Últimas

Oito concelhos em risco máximo de incêndio

[Fonte: Correio da Manhã]

Oito concelhos do interior Centro e do Algarve estão esta sexta-feira em risco máximo de incêndio, num dia de subida de temperaturas, sobretudo no Sul do país, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). […]

Nacional

Sessão de Esclarecimento sobre o processo de transição de candidaturas à Operação 3.2.1 «Investimento na Exploração Agrícola»

[Fonte: AG PDR2020]
A Autoridade de Gestão do PDR2020 vai realizar amanhã, dia 25 de maio, uma Sessão de Esclarecimento sobre o processo de transição de candidaturas à Operação 3.2.1 «Investimento na Exploração Agrícola», no auditório principal do INIAV (Quinta do Marquês, em Oeiras), […]