30 mil hectares consumidos nos últimos dias, 122 mil desde janeiro

30 mil hectares consumidos nos últimos dias, 122 mil desde janeiro

[Fonte: Diário de Notícias]

Os incêndios florestais que se registam desde domingo nos distritos de Castelo Branco, Santarém e Portalegre consumiram quase 30 mil hectares, segundo o Sistema Europeu de Informação de Incêndios Florestais (EFFIS).

O EFFIS, que através de imagens de satélite contabiliza quase em tempo real a área ardida, adianta que arderam, entre 01 de janeiro e 25 de julho, 122.220 hectares de floresta em Portugal, sete vezes mais do que a média dos últimos oito anos em período homólogo.

Este sistema do Centro de Investigação Comum da Comissão Europeia, que apresenta as áreas ardidas cartografadas em imagens de satélite (com uma resolução espacial de 250 metros), mostra também que um terço da área ardida da União Europeia, até 25 de julho, se registou em Portugal.

De acordo com o EFFIS, o grande fogo da Sertã, que começou no domingo e alastrou depois aos concelhos de Proença-a-Nova e Mação, afetando os distritos de Castelo Branco e Santarém, consumiu uma área de 25.388 hectares.

A estimativa com base em imagens de satélite conta 2.782 hectares de área ardida no incêndio de Vila Velha do Rodão, também no distrito de Castelo, e 1.158 hectares no fogo do Alto Alentejo, na região do Gavião, não estando ainda contabilizada a área consumida pelas chamas em Niza.

Os dados do Sistema Europeu de Informação de Incêndios Florestais são referentes até quarta-feira passada.

Segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), o fogo na Sertã, Proença-a-Nova e Mação foi dominado hoje de manhã, continuando ativos os incêndios que lavram no distrito de Portalegre.

Comente este artigo
Anterior Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica em vigor a partir de 6ª feira
Próximo CEi celebra 4 anos com mais de 80 empresas incubadas em Castelo Branco

Artigos relacionados

Internacional

Pedro Sánchez baraja cambiar las ayudas de la PAC para recortarlas a las grandes explotaciones y subirlas al resto

Gran parte de la estrategia del Gobierno de Pedro Sánchez para paliar las protestas en el campo se centran en la PAC, […]

Últimas

Escola Superior Agrária de Viseu celebra 25 anos de serviço à comunidade e ao sector agrícola

A Escola Superior
Agrária de Viseu (ESAV) comemora este ano que decorre 25 anos de atividade. Um
percurso sólido e em crescendo, […]

Últimas

Incêndios: Bombeiros voluntários consideram “desrespeito” falta de pagamento de setembro

“Terminada a fase reforçada nível IV do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) 2019, constatamos com muita preocupação que a maioria dos bombeiros voluntários que incorporaram o DECIR não receberam as compensações previstas referentes ao mês de setembro”, […]