2º Simpósio Nacional de Culturas Agro-industriais – 2 de Fevereiro 2018 – Santarém

2º Simpósio Nacional de Culturas Agro-industriais – 2 de Fevereiro 2018 – Santarém

A Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal (SCAP), a Associação Portuguesa de Horticultura (APH) e as entidades associadas ao evento: FNOP (Federação Nacional das Organizações de Produtores de Frutos e Hortícolas) e COTHN (Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional) vão realizar no dia 2 de Fevereiro de 2018, em Santarém o 2º Simpósio Nacional de Culturas Agro-industriais.

Este evento, de âmbito nacional, irá constituir um amplo fórum de debate e de troca de experiências, com todos os agentes da fileira agrícola, e possibilitará, certamente, um forte estímulo ao desenvolvimento da agricultura do nosso País.

Os temas a abordar no evento inserem-se numa época em que, para além da forte competitividade dos mercados e da desvalorização dos produtos agrícolas, são também ordem do dia as questões ligadas à segurança alimentar e à inovação dos produtos alimentares, em busca de produtos mais saudáveis, nutritivos e funcionais.

A produção nacional agrícola e agro-industrial é reconhecida pela sua qualidade e segurança e nalguns casos pela sua precocidade, facto que lhe confere uma posição estratégica quanto ao timing da sua oferta. A certificação da nossa produção é de facto uma vertente que merece ser melhor explorada, funcionando como um instrumento diferenciador dos nossos produtos. A criação de marcas que constituam no imediato vantagens competitivas para a nossa produção é fundamental, essencialmente junto dos mercados mais exigentes e que estão dispostos a reconhecer as mais-valias da nossa produção.

A eventual retirada de substâncias activas do mercado de produtos fitossanitários, sem se acautelarem alternativas viáveis poderão causar sérios constrangimentos à sustentabilidade do sector, pelo que importa esclarecer e debater sobre as possíveis consequências.

Na vertente do mercado, cabe desmistificar e informar correctamente os consumidores que, com o acesso generalizado e facilitado à informação de conteúdos menos claros, se vêm confrontados com informações, por vezes contraditórias.

Pretende-se que este Simpósio possa dar continuidade à ampla participação e discussão verificada em eventos anteriores com a presença de investigadores, produtores, técnicos e industriais, no sentido de se debaterem ideias, de se partilhar informação e novos conceitos tão importantes para o desenvolvimento e modernização da fileira agro-industrial.

Aceda e formalize a inscrição online aqui

PROGRAMA
08:15-09:15

Registo e entrega de documentação

09:15-09:45

Sessão de Abertura:

Presidente da SCAP, Presidente da CAP,
Presidente da C.Organizadora (SCAP), Presidente da C. Científica (APH)

09:45 – 10:10

Conferência Inaugural ” O Sector Agroindustrial em Portugal e na Europa (Pedro Queiroz/ FIPA)

1º Painel – Produção

10:10-10:25

Modelos preditivos para os inimigos chave da couve-brócolo no âmbito
do projecto Safebrócolo (Carlos Damásio/ FCT)

10:25-10:40

Amendoim Nacional – oportunidades e desafios (Inês Vinagre/ Torriba)

10:40-11:00 Coffee-Break
11:00-11:15

NEC CropScope: Solução tecnológica para optimização da produção
de Tomate-Indústria (Ana Duarte/NEC )

11:15-11:30

Novos Desafios na Protecção Fitossanitária (António Lopes Dias/ ANIPLA)

11:30-12:00

Espaço Empresas:
AsfertGlobal: All-Grip – biofertilizante solubilizador de fósforo
Syngenta: Nova solução insecticida

2º Painel – Qualidade e Certificação

12:00-12:15

A Certificação Global G.A.P. em culturas agroindustriais (SATIVA/ Luisa Bastos)

12:15-12:30

Certificação nas agroindústrias: tendências e desafios (APCER/ Ricardo Arruda)

12:30-13:00 Discussão

13:00-14:30 Almoço

14:45-15:00

A Segurança dos alimentos em Portugal (Maria Mendes/DGAV)

3º Painel – Comercialização e Consumo

15:00-15:15

As exigências dos mercados face aos consumidores (Pedro Franco/ LIDL)

15:15-15:30

O que está a mudar na mesa portuguesa? (Pedro Silva, Francisco Jácome/ Deloitte)

15:30-15:45

Pedir o produto pelo nome uma marca que fica, um valor que soma (Pedro Pimentel/Centromarca)

15:45-16:00

Financiamento do investimento agroindustrial: situação actual e expectativas (Lúcia Correia/Consulai)

16:00-17:00

Mesa Redonda:

António Lopes Dias – ANIPLA, Gonçalo Escudeiro – FNOP,
Paula Carvalho – DGAV, António Manso – Bonduelle
Moderador: João Pereira (Terraprojectos)

17:00-17:30

Sessão de Encerramento: (Secretário de Estado da Agricultura, Presidente da SCAP, Presidente da C.M.S.)

Consulte a seguir, o cartaz do simpósio e ainda os detalhes dos preços e dados para formalizar o boletim de inscrição.

 

 

→Para ser patrocinador deste evento consulte as condições de patrocínio aqui←

Comente este artigo
Anterior Semillas Fitó presentará Foodture, su nueva línea de trabajo, en Berlín
Próximo Plano de Abertura de Candidaturas PDR 2020 para 2018 já está online

Artigos relacionados

Sugeridas

A agricultura portuguesa teve em 2016 um dos piores resultados económicos da última década e meia – Francisco Avillez

1. No passado dia 13 de Dezembro foi publicada pelo INE (consultar aqui) a primeira estimativa das Contas Económicas da Agricultura (CEA) para o ano de 2016, cujos resultados económicos alcançados foram globalmente muito negativos, apesar do rendimento da actividade agrícola ter crescido 5,8% em relação a 2015. […]

Comunicados

CDS questiona ministros da Agricultura e do Ambiente sobre medidas para mitigar efeitos da seca

As deputadas Patrícia Fonseca e Ilda Araújo Novo, do CDS-PP, questionaram os ministros da Agricultura, Floresta e Desenvolvimento Rural e do Ambiente sobre quais as medidas que estão a ser tomadas para mitigar os efeitos da seca.
Ao Ministro da Agricultura, Floresta e Desenvolvimento Rural (MAFDR), […]

Nacional

Rendimento unitário do kiwi acima das 10 toneladas por hectare

[Fonte: Agricultura e Mar]
A colheita das espécies/variedades mais precoces de kiwi (Arguta e Soreli) decorreu desde meados de Agosto e até final de Setembro, estando prevista a colheita da principal variedade (Hayward) para o mês de Novembro.
Segundo as previsões agrícolas, em 30 de Setembro, […]