2º Simpósio Nacional de Culturas Agro-industriais – 2 de Fevereiro 2018 – Santarém

2º Simpósio Nacional de Culturas Agro-industriais – 2 de Fevereiro 2018 – Santarém

A Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal (SCAP), a Associação Portuguesa de Horticultura (APH) e as entidades associadas ao evento: FNOP (Federação Nacional das Organizações de Produtores de Frutos e Hortícolas) e COTHN (Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional) vão realizar no dia 2 de Fevereiro de 2018, em Santarém o 2º Simpósio Nacional de Culturas Agro-industriais.

Este evento, de âmbito nacional, irá constituir um amplo fórum de debate e de troca de experiências, com todos os agentes da fileira agrícola, e possibilitará, certamente, um forte estímulo ao desenvolvimento da agricultura do nosso País.

Os temas a abordar no evento inserem-se numa época em que, para além da forte competitividade dos mercados e da desvalorização dos produtos agrícolas, são também ordem do dia as questões ligadas à segurança alimentar e à inovação dos produtos alimentares, em busca de produtos mais saudáveis, nutritivos e funcionais.

A produção nacional agrícola e agro-industrial é reconhecida pela sua qualidade e segurança e nalguns casos pela sua precocidade, facto que lhe confere uma posição estratégica quanto ao timing da sua oferta. A certificação da nossa produção é de facto uma vertente que merece ser melhor explorada, funcionando como um instrumento diferenciador dos nossos produtos. A criação de marcas que constituam no imediato vantagens competitivas para a nossa produção é fundamental, essencialmente junto dos mercados mais exigentes e que estão dispostos a reconhecer as mais-valias da nossa produção.

A eventual retirada de substâncias activas do mercado de produtos fitossanitários, sem se acautelarem alternativas viáveis poderão causar sérios constrangimentos à sustentabilidade do sector, pelo que importa esclarecer e debater sobre as possíveis consequências.

Na vertente do mercado, cabe desmistificar e informar correctamente os consumidores que, com o acesso generalizado e facilitado à informação de conteúdos menos claros, se vêm confrontados com informações, por vezes contraditórias.

Pretende-se que este Simpósio possa dar continuidade à ampla participação e discussão verificada em eventos anteriores com a presença de investigadores, produtores, técnicos e industriais, no sentido de se debaterem ideias, de se partilhar informação e novos conceitos tão importantes para o desenvolvimento e modernização da fileira agro-industrial.

Aceda e formalize a inscrição online aqui

PROGRAMA PROVISÓRIO

08:15-09:15 Registo e entrega de documentação
09:15-09:45 Sessão de Abertura
09:45 – 10:10 Conferência Inaugural ” O Sector Agroindustrial em Portugal e na Europa
(Pedro Queiroz/ FIPA)

1º Painel Produção

10:10-10:25 Modelos preditivos para os inimigos chave da couve-brócolo no âmbito
do projecto Safebrócolo (Carlos Damásio/ FCT)
10:25-10:40 Amendoim Nacional – oportunidades e desafios (Inês Vinagre/ Torriba)

10:40-11:00 Coffee-Break

11:00-11:15 NEC CropScope: Solução tecnológica para optimização da produção
de Tomate-Indústria (Ana Duarte/NEC )
11:15-11:30 Novos Desafios na Protecção Fitossanitária (António Lopes Dias/ ANIPLA)

11:30-12:00 Espaço Empresas:

AsfertGlobal: All-Grip – biofertilizante solubilizador de fósforo
Syngenta: Nova solução insecticida

2º Painel – Qualidade e Certificação

12:00-12:15 A Certificação Global G.A.P. em culturas agroindustriais
(SATIVA/ Luisa Bastos)
12:15-12:30 Certificação nas agroindústrias: tendências e desafios
(APCER/ Ricardo Arruda)
12:30-13:00 Discussão

13:00-14:30 Almoço

14:45-15:00 A Segurança dos alimentos em Portugal (Maria Mendes/DGAV)

3º Painel – Comercialização e Consumo

15:00-15:15 As exigências dos mercados face aos consumidores (Pedro Franco/ LIDL)
15:15-15:30 O que está a mudar na mesa portuguesa?
(Pedro Silva, Francisco Jácome/ Deloitte)
15:30-15:45 Pedir o produto pelo nome – uma marca que fica, um valor que soma
(Pedro Pimentel/Centromarca)
15:45-16:00 Financiamento do investimento agroindustrial: situação actual e
expectativas (Lúcia Correia/Consulai)

16:00-17:00 Mesa Redonda
17:00-17:30 Sessão de Encerramento

Consulte a seguir, o cartaz do simpósio, o programa provisório e ainda o boletim de inscrição.

 

→Para ser patrocinador deste evento consulte as condições de patrocínio aqui←

Comente este artigo
Anterior Allianz vai plantar 10 mil árvores em Portugal
Próximo Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 8 a 14 Janeiro 2018

Artigos relacionados

Últimas

ICES recomenda paragem total da pesca da sardinha em 2018

[Fonte: Agricultura e Mar]
O Conselho Internacional para a Exploração dos Mares (CIEM, em inglês, ICES) divulgou hoje, 20 de Outubro, o parecer científico sobre a pesca da sardinha ibérica para 2018, onde recomenda uma paragem total desta actividade. A PONG-Pesca lamenta o impacto na actividade de pescadores e indústria, […]

Noticias Fitofarmacêuticos

ANIPLA e ANPROMIS debatem produção fitossanitária e produtividade no sector agrícola

 
A ANIPLA e a ANPROMIS promoveram, no passado dia 8 de Fevereiro, um painel sobre produtividade e a importância da protecção fitossanitária para o sector, no âmbito do XI Congresso Nacional do Milho.

O debate foi moderado por José Diogo Albuquerque, administrador do Agroportal, […]

Nacional

Vinho da Madeira: Excesso de produção leva Governo a comprar uvas a baixo preço

[Fonte: Público]

No final de Agosto passado, com a vindima de 2017 à porta, o Governo Regional da Madeira acreditava que não seria necessário intervir para compensar os viticultores pela falta de escoamento das uvas. Humberto Vasconcelos, secretário regional da Agricultura e Pescas, […]