1000 participantes inscritos no 11º Colóquio Nacional do Milho

1000 participantes inscritos no 11º Colóquio Nacional do Milho

A ANPROMIS organiza, a 05 de Março, o 11º Colóquio Nacional do Milho que será também o 1.º Encontro das Culturas Cerealíferas. Até ao momento estão inscritos 1000 participantes neste evento online que marca a atualidade do setor agrícola em Portugal.

«A cultura do milho mobiliza pessoas e dinamiza iniciativas como nenhuma outra em Portugal. A excelência do painel de oradores, nacionais e internacionais, e a atualidade dos temas em debate estão a gerar enorme expectativa em todo setor agrícola. O elevado número de participantes inscritos no colóquio e a parceria das principais empresas do setor como patrocinadoras são a prova de que o setor dos cereais, e do milho em particular, estão vivos e dinâmicos e têm um papel crucial na nossa agricultura e alimentação», afirma Jorge Neves, presidente da ANPROMIS.

Analistas internacionais, responsáveis políticos, agricultores e indústria vão debater neste fórum o futuro do mercado mundial dos cereais, os desafios da nova Política Agrícola Comum e a gestão da água na agricultura em contexto de alterações climáticas.

No painel sobre o mercado mundial dos cereais serão debatidas as oportunidades e os desafios para os produtores e a indústria, numa conjuntura internacional favorável, nomeadamente devido ao boom da procura de carne e de cereais por parte da China, que terá certamente reflexos diretos na subida dos preços das commodities agrícolas nos mercados mundiais.

É também com elevada expectativa que se aguardam as apresentações do responsável da Comissão Europeia, Pierre Bascou, e do diretor-geral do GPP do Ministério da Agricultura, Eduardo Diniz, sobre a Política Agrícola Comum, considerando que no calendário das negociações tripartidas- Comissão-Parlamento-Conselho -, lideradas pela Presidência Portuguesa da UE, é previsível que seja alcançado um acordo político no próximo mês de Maio.

11º Colóquio Nacional do Milho e 1.º Encontro das Culturas Cerealíferas – 5 de março de 2021

Comente este artigo
Anterior Marcelo preside quinta-feira a Conselho de Ministros sobre florestas a convite de Costa
Próximo Organizações florestais têm que ser ouvidas antes de se aprovar legislação - CNA

Artigos relacionados

Nacional

Turista agredida com pedras e facadas na ilha Terceira

Uma turista francesa foi agredida com gravidade num trilho pedestre, em Angra do Heroísmo, na passada sexta-feira, confirmou à agência Lusa fonte do comando regional da Polícia de Segurança Pública (PSP). […]

Últimas

La PAC se retrasa un día pero hay consenso en el 25% de pago para los ecoesquemas y que habrá condicionalidad social para cobrarla

Desde el principio se había visto que nada iba a ser tan fácil como se pensaba y ahora se ha decidido que la negociación de la futura Política Agrícola Común se retrasa un día, al haber algunos […]

Notícias florestas

Incêndios: Oliveira do Hospital lamenta floresta “muito longe” da recuperação

A floresta está ainda “muito longe” de ser recuperada na generalidade dos concelhos afetados pelos incêndios de outubro de 2017, disse à agência Lusa o presidente da Câmara de Oliveira do Hospital. […]