XVI Congresso Internacional Veterinário Montenegro debate impacto da produção animal na saúde pública – 20 a 22 de fevereiro

XVI Congresso Internacional Veterinário Montenegro debate impacto da produção animal na saúde pública – 20 a 22 de fevereiro

A capital ibérica da medicina veterinária – Santa Maria da Feira – prepara-se para receber nos próximos dias 20, 21 e 22 de Fevereiro, o XVI Congresso Internacional Veterinário Montenegro. A edição deste ano terá como foco “Inovação & Desenvolvimento,” debruçando-se ainda numa nova vertente dedicada à Saúde Pública e produção animal.

Contando com quatro salas a funcionar em simultâneo, o Congresso vai reunir oradores internacionais, médicos, enfermeiros, estudantes e auxiliares veterinários para debater as mais recentes novidades da medicina veterinária – incluindo inovação, imagem avançada, cirurgia não invasiva.

Sala One Heatlh

A Sala One Heatlh é a grande novidade, onde um painel de renome vai debater, entre outros temas, a ligação entre a medicina veterinária e a humana, o papel dos antibióticos e a sua resistência nos animais, as doenças infecciosas do animal e, a importância da prática do conceito “Uma Só Saúde”.

O evento que, devido à sua magnitude e relevo na comunidade de profissionais de saúde veterinária ganha este ano o estatuto de ‘internacional’, prevê receber 3.000 participantes incluindo profissionais da área provenientes da América Latina – mercado onde o Hospital Referência Veterinária Montenegro reconhece os melhores avanços científicos e onde está a trabalhar para dar os primeiros passos.

Hospital Referência Veterinária Montenegro

Segundo Luís Montenegro, director clínico do Hospital Referência Veterinária Montenegro, “o XVI Congresso Internacional Veterinário Montenegro pretende continuar a funcionar como uma plataforma impulsionadora de networking e partilha total de conhecimento”.

Na edição transacta, esta iniciativa reuniu cerca de 1.300 médicos veterinários, 300 estudantes de medicina veterinária e 500 enfermeiros e estudantes de enfermagem veterinária, dos quais 300 provinham de Espanha.

Prémio Científico Prof. Miguel Faria

À semelhança do ano passado, o Congresso vai igualmente atribuir o Prémio Científico Prof. Miguel Faria à melhor comunicação livre. O mesmo acontecerá com o Concurso de Poster Científico para Médicos Veterinários e Estudantes, que vai destacar os trabalhos científicos que mais reflectem o elevado nível de investigação da medicina veterinária registado em Portugal.

Para mais informações acerca do programa, preços e oradores, clique aqui.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Na região do Alqueva já não há mosquitos esmagados contra os pára-brisas
Próximo Ribatejo recebe a 11º edição do Concurso Nacional de Mel - 5 e 6 de março - Santarém

Artigos relacionados

Nacional

Produtores de Leite protestam contra o anúncio da proibição de carne de vaca nas cantinas da Universidade de Coimbra

A APROLEP, Associação dos Produtores de Leite de Portugal, quer tornar público um veemente protesto perante o anúncio da proibição de carne de vaca nas cantinas da Universidade de Coimbra a partir de janeiro de 2020 e manifestar solidariedade a todos os criadores de bovinos em Portugal. […]

Últimas

Projeto Smart Rural 21 procura aldeias ou vilas para implementar estratégias de Smart Villages

O Projecto Smart Rural 21: Preparatory Action on Smart Rural Areas in the 21st Century, é um projecto apoiado pela Comissão Europeia (DG […]

Conservação

Navigator ensina crianças em Coimbra a preservar o uso racional da água

A The Navigator Company, no âmbito do projecto “Dá a Mão à Floresta”, levará a cabo nos dias 11 e 12 de Novembro, […]