Venda de azeite sobe de 6% a 20% entre março e outubro

Venda de azeite sobe de 6% a 20% entre março e outubro

A venda de azeite em Portugal subiu de 6% a 20% entre março e outubro, apesar da pandemia e do consequente impacto no canal Horeca (hotéis, restaurantes e cafés), segundo dados da Casa do Azeite enviados à Lusa.

“Registou-se em março de 2020 um acréscimo de 20% nas vendas de azeite em Portugal, em relação ao mesmo período de 2019”, adiantou a secretária-geral da Casa do Azeite – Associação do Azeite de Portugal, em resposta à Lusa.

Esta evolução, conforme explicou Mariana Matos, está relacionada com a pandemia de covid-19 e com a declaração do estado de emergência, que levou os consumidores “a fazerem ‘stocks’ de azeite”, uma vez que passaram a cozinhar mais em casa devido ao confinamento.

Assim, em março, foram vendidas 10.204 toneladas de azeite, acima das 8.490 toneladas registadas no mesmo mês de 2019.

Já entre abril e julho verificou-se também um crescimento nas vendas, embora menor ao registado em março, entre os 15% e os 13%.

Neste período, a progressão mais baixa registou-se em maio (13%) com 16.582 toneladas, valor que compara com as 14.635 toneladas vendidas no mesmo mês do ano anterior.

Por sua vez, em agosto e setembro verificaram-se aumentos de 8%, face ao período homólogo, para, respetivamente, 27.062 toneladas e 30.790 toneladas.

“Apesar das quebras verificadas no canal Horeca e do abrandamento das vendas de azeite a partir desse período, verifica-se que em outubro o crescimento global acumulado de vendas é de aproximadamente 6%, pelo que estimamos um crescimento desta ordem, ou eventualmente superior, no ano de 2020, em relação ao ano anterior”, afirmou Maria Matos.

Em outubro, as vendas de azeite no mercado interno fixaram-se em 34.537 toneladas, mais do que as 32.460 toneladas comercializadas em outubro de 2019.

Antes do início da pandemia, as vendas de azeite aumentaram 15% (janeiro) e 10% (fevereiro).

Com atividade desde 1976, a Casa do Azeite é uma associação patronal de direito privado, que representa a quase totalidade das associações de azeite de marca embalado em Portugal.

Comente este artigo
Anterior CRISPR | Quer saber o que é e como funciona?
Próximo Maiores produtores africanos de cacau ameaçam suspender produção

Artigos relacionados

Internacional

‘Supercharged’ GMO crops could store 20 times more CO2 than average plant

[Fonte: GLP] Scientists are experimenting with new genetic modification technology that “supercharges” plants to enhance what they already excel at– sequestering carbon. […]

Últimas

CEJA aborda Conselho Informal; estratégias de investigação e bioeconomia bem sucedidos devem ser relevantes para os agricultores e bem financiada

O presidente do CEJA, Jannes Maes, abordou a reunião informal dos Ministros da Agricultura, em Bucareste, Roménia, sobre o tema da pesquisa em agricultura e da bioeconomia. […]

Últimas

POSEI para 2020 cria incentivo ao aumento da produção de leite nas ilhas do Faial, Pico e Flores

O secretário Regional da Agricultura e Florestas dos Açores afirmou, na Horta, que o programa POSEI para 2020 cria um incentivo destinado ao aumento da produção de leite nas ilhas do Faial, […]