Setor da cortiça tinha mais de oito mil trabalhadores em 2018

Setor da cortiça tinha mais de oito mil trabalhadores em 2018

O setor português da cortiça tinha 8.164 trabalhadores em 2018, mais 7% face a 2014, segundo um estudo da Associação Portuguesa de Cortiça (APCOR) que será apresentado na segunda-feira e que analisa a situação das empresas corticeiras nesse período.

De acordo com o estudo, o setor registou 1.750 milhões de euros de volume de negócios, um crescimento de 35% face a 2014, e um resultado líquido de 78 milhões de euros, um aumento de 79% face ao verificado em 2014.

O setor apresentou ainda um ativo fixo total de 391 milhões de euros (mais 11% face a 2014), um fundo de maneio de 633 milhões (mais 43% face a 2014), capital próprio de 625 milhões (um crescimento de 9%) e um nível de dívida financeira líquida de 425 milhões (mais 22% face a 2014).

Apresentação do Relatório Anual de Caracterização da Situação Económico-Financeira das Empresas do Sector da Cortiça – 21 de setembro

Comente este artigo
Anterior Mais 5 javalis encontrados com PSA na Alemanha
Próximo A Fileira da Cortiça: da Floresta ao Consumidor

Artigos relacionados

Nacional

Apoio à promoção de vinhos em mercados de países terceiros tem candidaturas abertas

O IVV — Instituto da Vinha e do Vinho informa que o apoio à promoção de vinhos em mercados de países terceiros tem candidaturas abertas, […]

Eventos

Projecto Melhor Eucalipto apresentado na UTAD – 27 de Setembro 2017 – Vila Real

O Projecto Melhor Eucalipto vai estar na Escola de Ciências Agrárias e Veterinárias da Universidade de Trás os Montes e Alto Douro amanhã, […]

Dossiers

Incêndios: Observatório recomenda “menos de 20 minutos” na primeira intervenção de combate

A primeira intervenção no combate a incêndios rurais deve ser assegurada “em menos de 20 minutos”, no sentido de reduzir a ocorrência de grandes fogos, […]