Servagronis lança soluções fitossanitárias para o arroz

Servagronis lança soluções fitossanitárias para o arroz

No passado dia 17 de junho a Servagronis promoveu um Dia de Campo, em estreita colaboração com a FMC, para lançamento de duas soluções fitossanitárias na cultura do arroz.

Em parceria com a empresa Tecnorisi que disponibilizou uma área de 20 hectares para ensaio e contando com a presença de muitos orizicultores de referência, representantes de associações de produtores e distribuidores, este evento teve por objetivo a apresentação do herbicida Centium e do fungicida Impact 250 SC, que ficou a cargo do representante da FMC, Esteban Fernandez.
O Centium (Suspensão de cápsulas (CS) com clomazona 30.74% ou 360 g/L) é um herbicida homologado para aplicação em pré-sementeira, pré-emergência (sementeira a seco) e em pós-emergência na cultura de arroz. Reduz e controla eficazmente as espécies como a Echinochloa (milhãs) ou a Leptochloa (milhã-peluda), entre outras, contribuindo decisivamente na estratégia de controlo de infestantes na cultura.
O Impact 250 SC (suspensão concentrada SC com flutriafol 250 g/l) é um fungicida que controla piriculariose (Pyricularia oryzae) e helmintosporiose (Drechslera oryzae). Apresenta a maior sistemia entre os fungicidas disponíveis no mercado. Possui atividade preventiva, curativa e erradicante. Tem um amplo espetro de ação com elevada eficácia e persistência.
Com estas duas novas soluções na sua oferta de produtos, a Servagronis alarga a sua influência, de forma significativa, ao mercado do arroz, que é uma cultura muito importante no nosso país, atingindo 25.000 hectares. Os orizicultores lutam com diversas dificuldades, entre elas a drástica redução de soluções fitossanitárias autorizadas que tem ocorrido nos últimos anos. Com a disponibilização destas duas soluções no mercado, a Servagronis dá mais um passo na sua missão de servir os agricultores portugueses.

Para ler na íntegra na Voz do Campo n.º 228 (julho 2019)

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior Tribunal dá luz verde a mais 15 helicópteros nos fogos por “defesa da vida”
Próximo Três portugueses na Comissão de Agricultura do Parlamento Europeu

Artigos relacionados

Últimas

PSD defende verbas iguais para regiões ultraperiféricas no pós-2020

A eurodeputada Sofia Ribeiro (PSD) apresentou uma proposta no Parlamento Europeu (PE) a defender a necessidade de se manter no quadro pós-2020 pelo menos o mesmo envelope para o POSEI-Agricultura, […]

Dossiers

Relatório do TCE: sistema de seguros agricolas na UE

O Tribunal de Contas Europeu auditou e fez relatório sobre os instrumentos da UE para ajudar os agricultores a […]

Últimas

Serviços dos ecossistemas vão ser remunerados

Já foi publicada (30 de julho) em Diário da República a resolução do Conselho de Ministros que aprova a primeira fase do Programa de Remuneração dos Serviços dos Ecossistemas em Espaços Rurais, […]