Seminário “Paisagens Fire-smart. Criando territórios resilientes ao fogo” – 8 de novembro – Castelo Branco

Seminário “Paisagens Fire-smart. Criando territórios resilientes ao fogo” – 8 de novembro – Castelo Branco

[Fonte: Gazeta Rural]

Encontra-se aberta a chamada para Propostas de Comunicação a apresentar no Seminário “Paisagens Fire-smart. Criando territórios resilientes ao fogo”, a realizar no dia 8 de novembro de 2019 em Castelo Branco. A submissão de propostas de comunicação (resumos) deve ocorrer até ao dia 30 de setembro de 2019.

Neste seminário pretende-se discutir um conjunto de questões relacionadas com a abrangência e eficácia da prevenção de incêndios florestais, tendo como base o conceito de “Fire Smart Territory”, que representa uma perspetiva na gestão dos incêndios florestais assente numa nova relação das comunidades, organizações e instituições com o fogo, com o objetivo de promover a segurança e o desenvolvimento sustentável. O seminário é organizado pela Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco em conjunto com a Associação Portuguesa de Ecologia da Paisagem.

Temas:

Modelos de gestão do espaço rural e silvicultura preventiva.
O ordenamento da paisagem na prevenção de incêndios florestais.
Sistemas de informação e de comunicações de emergência e sua integração nos processos de decisão.
Gestão do fogo e comportamento de fogos extremos.
Meteorologia, previsão e gestão do risco.
Gestão e valorização da biomassa nos espaços rurais.

Mais informações podem ser consultadas na Página do Seminário

Inscrições Abertas! Preencha o formulário disponível no link

Comente este artigo

O artigo Seminário “Paisagens Fire-smart. Criando territórios resilientes ao fogo” - 8 de novembro - Castelo Branco foi publicado originalmente em Gazeta Rural.

Anterior Reembolso da Disciplina Financeira - Campanha 2017
Próximo II Simpósio Ibérico de Engenharia Hortícola em Março de 2020

Artigos relacionados

Sugeridas

É desta que vamos mudar o mundo rural? Então tome nota

[Fonte: Expresso]

Se houver coragem para colocar na agenda política questões como o povoamento, a valorização dos recursos endógenos, […]

Últimas

Digidelta Software assume-se parceira do produtor pecuário no aumento da rentabilidade na sua exploração

[Fonte: Voz do Campo]

O que começou por ser um programa para gerir o efetivo da Associação de Defesa Sanitária (ADS) de Torres Novas acabou por se tornar o alicerce da Digidelta Software. […]

Nacional

Agricultores afetados pela seca podem reportar situação até 15 de maio

[Fonte: Vida Rural]

A Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro divulgou um aviso em que defende que, […]