Santander lança Plano de Renovação do Equipamento Agrícola para acelerar a digitalização e sustentabilidade da agricultura portuguesa

Santander lança Plano de Renovação do Equipamento Agrícola para acelerar a digitalização e sustentabilidade da agricultura portuguesa

Novos equipamentos de precisão reduzem até 25% as emissões de CO2 e permitem a poupança de custos nos consumíveis das explorações.

Financiamento pode assumir a forma de mútuo ou leasing, com prazo até sete anos e pagamentos mensais ou trimestrais.

O Santander acaba de lançar o Plano de Renovação do Equipamento Agrícola para acelerar a digitalização e sustentabilidade da agricultura portuguesa. No nosso país, mais de 51% do parque nacional de tratores tem idade igual ou superior a 20 anos. Com recurso a novos equipamentos, dotados de técnicas de precisão, os agricultores poderão reduzir até 25% as emissões de CO2 e induzir a poupança de custos nos consumíveis das explorações.

O financiamento pode assumir a forma de mútuo ou leasing, com prazo até sete anos e pagamentos preferencialmente mensais ou trimestrais.

Este ano, entre as apostas do Banco para o setor agro estão também o adiantamento das Ajudas ao Rendimento inscritas no Pedido Único; as contas correntes campanha; o Santander Financiamento com Garantia – Linha FEI Agri destinado a apoiar investimento em explorações agrícolas (incluindo jovens agricultores) e transformação e comercialização de produtos agrícolas; o Agrofácil (que permite a fornecedores de fatores de produção e equipamento e agricultores fecharem mais e melhores negócios); assim como o apoio ao investimento – no quadro do Programa de Desenvolvimento Rural ou complementar.

O Banco tem vindo a reforçar o seu apoio ao setor Agroalimentar, colocando uma equipa de Especialistas, uma ampla rede comercial de Balcões (incluindo Balcões Agro) e Centros de Empresa ao dispor dos seus Clientes.

Com uma quota de mercado de crédito sustentada superior a 20% em Pequenas e Médias Empresas, o Santander reitera o seu compromisso em contribuir para o desenvolvimento sustentável das Famílias e Empresas.

Comente este artigo
Anterior VITIS - informação
Próximo Candidaturas para a Escola de Pastores na Agrária de Coimbra abertas até 21 de junho

Artigos relacionados

Comunicados

ADPM e APROSERPA promovem sessões de apoio à internacionalização de PME’s

Mértola, 02 de outubro de 2018
A ADPM-Associação de Defesa do Património de Mértola e a APROSerpa – Associação de Produtores do Concelho de Serpa, […]

Últimas

Reinício dos trabalhos adiado, acordo sobre orçamento da UE parece cada vez mais distante

O reinício dos trabalhos do Conselho Europeu extraordinário em Bruxelas sobre o orçamento plurianual da UE tem sido sucessivamente adiado, dando lugar a reuniões separadas, […]

Últimas

Incêndios: 600 operacionais combatem incêndio em Castro Marim

Seiscentos bombeiros estavam às 07:45 a combater o incêndio que deflagrou em Castro Marim dificultado pelos ventos fortes e que obrigou à retirada […]