Rendimento unitário da batata de regadio semelhante ao alcançado na campanha anterior

Rendimento unitário da batata de regadio semelhante ao alcançado na campanha anterior

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga, nas suas previsões agrícolas, a 31 de Julho, que, tal como para a maioria das culturas de Primavera, registaram-se dificuldades na plantação da batata, principalmente nas mais tardias (Abril).

O elevado teor de humidade do solo, aliado a altas temperaturas e precipitação abundante, originou o apodrecimento de muitos tubérculos, bem como o aumento da pressão das doenças criptogâmicas (nomeadamente o míldio da batateira), o que condicionou o desenvolvimento inicial destas culturas.

Debeladas estas questões (replantando as searas com emergências deficientes e aumentando a frequência dos tratamentos preventivos ou curativos), a maioria dos batatais alcançou a fase de maturação e colheita em boas condições de desenvolvimento. Estima-se um rendimento unitário semelhante ao alcançado na campanha anterior acrescentam os técnicos do INE.

As colheitas de batata já realizadas confirmam, em geral, a boa qualidade dos tubérculos. Pontualmente, e devido ao calor da segunda quinzena do mês (que, ao originar fendas no solo, facilitou a postura de ovos da traça nas batatas), observam-se casos de colheitas com menor qualidade ou com menor capacidade de armazenamento.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Obras de reabilitação do do Vale do Sado deixam 3 mil hectares de arroz por semear
Próximo Newsletter DGAV - Julho 2020

Artigos relacionados

Últimas

Projecto AgrosmartGlobal quer apoiar internacionalização de cooperativas europeias

Foi apresentado no fim de Outubro, em Santiago de Compostela (Espanha), o projecto AgrosmartGlobal, que envolve 10 entidades, de Portugal, Espanha e França. […]

Últimas

Museu do Alvarinho recebeu mais de 50 mil pessoas em 5 anos

O Museu do Alvarinho, localizado na Casa do Curro, foi inaugurado no dia 28 de fevereiro de 2015, faz hoje 5 anos, numa cerimónia presidida pelo […]

Eventos

Detecção remota da diversidade estrutural e espécie florestal – 5 de fevereiro – Lisboa

O próximo Seminário CEF/CEABN, no dia 5 de Fevereiro, ao 12h30, irá ter como o orador Michele Torresani da Universidade de Bolzano/Bozen, Itália, […]