Relatório da Freshfel apresenta dados de consumo «encorajadores»

Relatório da Freshfel apresenta dados de consumo «encorajadores»

Em 2018, o consumo diário per capita de frutas e legumes frescos na União Europeia (com 28 Estados-membros) foi de 363,76 gramas (g), o que constitui um acréscimo de 4% face a 2017. Este número figura na edição de 2020 do relatório “Consumption Monitor”, da Freshfel Europe (Associação Europeia de Hortofrutícolas Frescos), e, «apesar de ainda estar abaixo das 400 g de consumo mínimo diário recomendado pela Organização Mundial de Saúde, representa um aumento de 5,1% em comparação com os cinco anos anteriores (2013-2017) e pára a estagnação do consumo que vinha a ocorrer», sublinha a entidade.

A edição de 2020 do relatório – que analisa os dados relativos à produção, comércio e consumo de frutas e legumes frescos na UE-28 –, divulgada a 11 de Janeiro, refere que a «significativa melhoria» nos números «pode ser atribuída a um incremento de 9,5% no consumo de fruta fresca, para 211,82 g per capita por dia, que também compensou uma ligeira redução geral no consumo de legumes, para 151,94 g per capita por dia». Segundo a Freshfel, «esta indicação de um forte aumento positivo no consumo na UE coincidiu com os crescentes esforços do sector nos últimos anos para aumentar a consciência da importância do consumo de hortofrutícolas frescos».

Philippe Binard, delegado geral da Freshfel Europe, considera que os dados são «muito encorajadores» e que «demonstram claramente» que os esforços do sector para aumentar o consumo estão a dar resultados. Afirma ainda que «é necessário investigar esta nova discrepância entre o consumo de frutas e o consumo de legumes» e que é essencial continuar a reforçar o papel das frutas e legumes numa dieta saudável e sustentável, tirando partido de 2021 ser o Ano Internacional das Frutas e dos Legumes. A Freshfel Europe tem em curso a campanha de promoção “Follow me to be healthy with Europe” (no terceiro ano), a campanha online “#FruitVeg4You” e, este ano, a campanha “#SpeakUp4FruitVeg”.

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior The EU-UK Trade and Cooperation Agreement
Próximo Lançamento da Revista do Centro de Competências para a Dieta Mediterrânica “Paisagens Alimentares”

Artigos relacionados

Dossiers

Oferta de emprego – Food Safety Internal Audit – Engenheiro Agrónomo, Zootécnico, Alimentar ou Médico Veterinário – Amadora

Para integrar a equipa da Direção de Auditoria e Gestão de Procedimentos, na Amadora, procuramos: […]

Últimas

Incêndios. A1 reaberta em Albergaria-a-Velha, fogo em Paus continua ativo

O principal incêndio na região de Aveiro, fustigada por vários fogos florestais desde quinta-feira, em especial nos concelhos de Águeda e Albergaria-a-Velha, […]

Nacional

Opinião – Ainda acerca dos últimos incêndios florestais ( 2 )


O outro apontamento que me foi suscitado pelo incêndio de Pedrógão é o das mortes ocorridas. Se algumas delas foram motivadas pelo desconhecimento das pessoas que se meteram nos carros e sem darem conta se embrenharam em pleno incêndio, […]