Regadios de Celorico de Basto reabilitados. Investimento de 202,5 M€

Regadios de Celorico de Basto reabilitados. Investimento de 202,5 M€

As obras de beneficiação e reabilitação do regadio das Bouças, do Regadio de Carrazedo e do regadio de Britelo, em Celorico de Basto, encontram-se em fase conclusão, permitindo o uso mais eficiente da água. Trata-se de um investimento de 202,5 milhões de euros co-financiado pelo Fundo Europeu Agrícola do Desenvolvimento Rural (FEADER).

Estas obras de reabilitação, explica um comunicado da autarquia, surgiram após a verificação de patologias que se prendem com a degradação dos canais, e consequentemente a perda significativa de água, a falta de sistemas eficientes de comportas e falta de limpeza dos canais que impediam o normal escoamento das águas.

As obras de beneficiação consistiram na limpeza dos regadios e na melhoria das condições de escoamento, com a colocação de comportas para uma melhor gestão da água, a reparação dos canais existentes e em alguns casos, a realização de novos.

Para Joaquim Mota e Silva, presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, a reabilitação dos regadios tornou-se prioritária “visto que é fundamental que os mesmos estejam nas condições devidas para que a agricultura se torne mais produtiva e competitiva, com o uso eficiente da água e o aproveitamento devido das terras, permitindo uma maior sustentabilidade da actividade agrícola”.

Regadio de Carrazedo

O Regadio de Carrazedo situa-se na união de freguesias de Britelo, Gémeos e Ourilhe, apresenta uma extensão de 1263m em dois ramais e cotas distintas, rega uma área de cerca de 20,02 hectares pertencentes a 11 proprietários e explorada por 12 agricultores e a sua reabilitação terá um custo de 49.999,95€, co-financiado pelo Fundo Europeu Agrícola do Desenvolvimento Rural, FEADER.

Regadio de Britelo

O Regadio de Britelo situa-se também na união de freguesias de Britelo, Gémeos e Ourilhe, com uma extensão de 2696m, rega uma área de cerca de 31,36 hectares, pertence a 28 proprietários e é explorada por 15 agricultores. A reabilitação deste regadio custará 114.999,94€ co-financiado pelo FEADER.

Regadio de Bouças

O Regadio de Bouças fica situado na união de freguesias de Canedo de Basto e Corgo, apresenta uma extensão total de 652m, rega uma área de cerca de 15 hectares pertencentes a 9 proprietários e explorada por 10 agricultores. A reabilitação deste regadio foi orçamentada em 37.500,00€ co-financiado pelo FEADER.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Portal AgroInov divulga informação técnica
Próximo Protection of transported animals: Parliament establishes inquiry committee

Artigos relacionados

Dossiers

Retrato regional: a floresta nas regiões portuguesas

Como é a floresta nas regiões portuguesas? Qual a sua dimensão e que espécies predominam em cada uma? Que pistas poderão dar os dados regionais sobre os diferentes contributos e valores que provêm das florestas ao longo do país? […]

Nacional

Programa Nacional De Regadios: Projeto de Modernização do Aproveitamento Hidroagrícola de Sabariz-Cabanelas

“Este projeto vem contribuir para o crescimento socioeconómico e para uma Agricultura ainda mais sustentável, competitiva e […]

Últimas

XI Congresso Nacional do Milho -7 e 8 de Fevereiro 2017 – Lisboa

No próximo mês de Fevereiro a  Anpromis, a  Associação Nacional dos Produtores de Milho e Sorgo, organiza o XI Congresso Nacional do Milho 2017. […]