Regadios de Celorico de Basto reabilitados. Investimento de 202,5 M€

Regadios de Celorico de Basto reabilitados. Investimento de 202,5 M€

As obras de beneficiação e reabilitação do regadio das Bouças, do Regadio de Carrazedo e do regadio de Britelo, em Celorico de Basto, encontram-se em fase conclusão, permitindo o uso mais eficiente da água. Trata-se de um investimento de 202,5 milhões de euros co-financiado pelo Fundo Europeu Agrícola do Desenvolvimento Rural (FEADER).

Estas obras de reabilitação, explica um comunicado da autarquia, surgiram após a verificação de patologias que se prendem com a degradação dos canais, e consequentemente a perda significativa de água, a falta de sistemas eficientes de comportas e falta de limpeza dos canais que impediam o normal escoamento das águas.

As obras de beneficiação consistiram na limpeza dos regadios e na melhoria das condições de escoamento, com a colocação de comportas para uma melhor gestão da água, a reparação dos canais existentes e em alguns casos, a realização de novos.

Para Joaquim Mota e Silva, presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, a reabilitação dos regadios tornou-se prioritária “visto que é fundamental que os mesmos estejam nas condições devidas para que a agricultura se torne mais produtiva e competitiva, com o uso eficiente da água e o aproveitamento devido das terras, permitindo uma maior sustentabilidade da actividade agrícola”.

Regadio de Carrazedo

O Regadio de Carrazedo situa-se na união de freguesias de Britelo, Gémeos e Ourilhe, apresenta uma extensão de 1263m em dois ramais e cotas distintas, rega uma área de cerca de 20,02 hectares pertencentes a 11 proprietários e explorada por 12 agricultores e a sua reabilitação terá um custo de 49.999,95€, co-financiado pelo Fundo Europeu Agrícola do Desenvolvimento Rural, FEADER.

Regadio de Britelo

O Regadio de Britelo situa-se também na união de freguesias de Britelo, Gémeos e Ourilhe, com uma extensão de 2696m, rega uma área de cerca de 31,36 hectares, pertence a 28 proprietários e é explorada por 15 agricultores. A reabilitação deste regadio custará 114.999,94€ co-financiado pelo FEADER.

Regadio de Bouças

O Regadio de Bouças fica situado na união de freguesias de Canedo de Basto e Corgo, apresenta uma extensão total de 652m, rega uma área de cerca de 15 hectares pertencentes a 9 proprietários e explorada por 10 agricultores. A reabilitação deste regadio foi orçamentada em 37.500,00€ co-financiado pelo FEADER.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Portal AgroInov divulga informação técnica
Próximo Protection of transported animals: Parliament establishes inquiry committee

Artigos relacionados

Últimas

Líder do CDS critica descentralização “sem clareza” e “sem recursos”

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, defendeu hoje que o Governo do PS falhou no processo de descentralização, argumentando que foi feito “sem clareza” […]

Nacional

Brasil aposta forte para crescer no mercado mundial de melão

Gigante na produção e exportação de grãos, o Brasil ainda ocupa uma posição intermediária como fornecedor mundial de frutas. Um facto curioso, […]

Nacional

Município de Valpaços promoveu Jornadas Técnicas sobre “A rega na agricultura”

Teve lugar no Pavilhão Multiusos de Valpaços as jornadas técnicas dedicadas ao tema “A rega na agricultura”. Evento organizado pela Câmara de Valpaços, […]