Projeto de produção de cannabis vai criar 50 postos de trabalho em Campo Maior

Projeto de produção de cannabis vai criar 50 postos de trabalho em Campo Maior

A empresa Sebaba prepara-se para instalar um projeto de produção de cannabis em Campo Maior. Com um investimento estimado em 16 milhões de euros, este projeto vai criar 50 novos postos de trabalho na região.

O evento de apresentação contou com a presença do secretário de Estado da Valorização do Interior, João Paulo Catarino, que afirmou que “mais do que a produção o que interessa realmente ao país é a industrialização e a investigação que se pode fazer à volta desta nova cultura”.

A empresa pretende instalar uma produção de cannabis para fins medicinais e uma unidade fabril para a produção de medicamentos em Campo Maior.

“É um grupo com uma dimensão internacional e que tem já uma linha de investigação a nível internacional e que, juntando-se aos nossos centros de investigação, aos nossos institutos politécnicos, à Fundação Champalimaud, mostra-nos como é que nós podemos aqui ter uma nova linha de investigação e produção de conhecimento”, concluiu o secretário de Estado.

O artigo foi publicado originalmente em Vida Rural.

Comente este artigo
Anterior CDU denuncia subaproveitamento de fundos comunitários
Próximo Primeiro-ministro pede “mobilização nacional” para uma floresta mais segura

Artigos relacionados

Últimas

Almerim acolhe investimento de 50 milhões de euros que vai criar 183 empregos

[Fonte: O Jornal Económico]

“O projeto integra-se na estratégia municipal de afirmação do potencial agroalimentar de Almeirim, […]

Últimas

Representantes da ADACO, da CNA, da AMAVIM, e da Comissão Inter-Concelhos na audiêcia da DRAPC

Comissão dos afetados pelos incêndios em 2017, vai reunir com DRAPC para saber respostas ao caderno de reclamações, entregue no dia 28 de Novembro
Até hoje, […]

Nacional

Governo quer reabilitar seis mil quilómetros de ribeiras em todo o país

Desde 2017 foram investidos 11,5 milhões de euros para intervir em quase mil quilómetros. A seguir há 75 milhões para multiplicar por cinco esse […]