Projeto de produção de cannabis vai criar 50 postos de trabalho em Campo Maior

Projeto de produção de cannabis vai criar 50 postos de trabalho em Campo Maior

[Fonte: Vida Rural]

A empresa Sebaba prepara-se para instalar um projeto de produção de cannabis em Campo Maior. Com um investimento estimado em 16 milhões de euros, este projeto vai criar 50 novos postos de trabalho na região.

O evento de apresentação contou com a presença do secretário de Estado da Valorização do Interior, João Paulo Catarino, que afirmou que “mais do que a produção o que interessa realmente ao país é a industrialização e a investigação que se pode fazer à volta desta nova cultura”.

A empresa pretende instalar uma produção de cannabis para fins medicinais e uma unidade fabril para a produção de medicamentos em Campo Maior.

“É um grupo com uma dimensão internacional e que tem já uma linha de investigação a nível internacional e que, juntando-se aos nossos centros de investigação, aos nossos institutos politécnicos, à Fundação Champalimaud, mostra-nos como é que nós podemos aqui ter uma nova linha de investigação e produção de conhecimento”, concluiu o secretário de Estado.

Comente este artigo

O artigo Projeto de produção de cannabis vai criar 50 postos de trabalho em Campo Maior foi publicado originalmente em Vida Rural.

Anterior CDU denuncia subaproveitamento de fundos comunitários
Próximo Primeiro-ministro pede “mobilização nacional” para uma floresta mais segura

Artigos relacionados

Últimas

UE aprova substância da Corteva Agriscience™ 

[Fonte: Voz do Campo]

A Corteva Agriscience™recebeu a aprovação da União Europeia para o seu ingrediente ativo Rinskor™ Active (florpirauxifen-benzilo), uma nova molécula revolucionária para o controlo das ervas daninhas, que melhorará o rendimento e a qualidade das culturas. […]

Nacional

Exercito e Marinha enviam patrulhas em missão de vigilância florestal nos distritos com maior risco de incêndio

[Fonte: Correio da Manhã]

As Forças Armadas enviaram 15 patrulhas, constituídas por 60 militares do Exército e da Marinha, para seis distritos do País com maior risco de incêndio florestal, em missão de vigilância territorial e patrulhamento dissuasor.
“São mais uns olhos que andam no terreno e sobretudo a ocupação de um espaço por uma força que tem a capacidade para se impor”, […]

Nacional

Governo rejeita atrasos no PT2020. “Estamos entre os melhores da Europa”, diz Nelson Souza

[Fonte: ECO]

O Governo refuta a conclusão de que o Portugal 2020 tem a pior execução de todos os quadros comunitários de que o país já beneficiou. Essa “conclusão não está escrita em lado nenhum”, frisou o ministro do Planeamento, […]