Proença-a-Nova adere a plataforma digital para valorizar produtos endógenos

Proença-a-Nova adere a plataforma digital para valorizar produtos endógenos

A Câmara de Proença-a-Nova, aderiu à plataforma digital de produtos agrícolas SmartFarmer, que tem como objetivo ajudar os pequenos produtores, valorizar os produtos endógenos e criação de emprego, foi hoje anunciado.

“O município de Proença-a-Nova, através da marca Proença-a-Nova Origem, da sua loja online e dos respetivos pontos de distribuição tem procurado apoiar os produtores e produtos locais. A adesão a esta plataforma é mais um contributo nesse apoio e na ampliação e diversificação da rede de distribuição e venda dos nossos melhores produtos”, afirma, em comunicado, o vice-presidente da autarquia João Manso.

Através deste canal de escoamento eletrónico, os produtores “beneficiam de uma maior rentabilidade do seu negócio” ao potenciar as vendas e a promoção do consumo de produtos locais, sustenta.

A SmartFarmer conta com uma rede privilegiada de parceiros locais e reúne os produtos de diferentes produtores de Norte a Sul do país, em que estes têm a oportunidade de os comercializar no mercado digital nacional.

“Além disso, esta é uma prática sustentável, reduzindo os consumos de energia e refrigeração ao nível do armazenamento e transporte dos produtos”, lê-se na nota.

“Este projeto tem em vista a criação de um sistema alimentar mais são, justo e sustentável, aproximando produtores e consumidores através de circuitos agroalimentares curtos, venda direta entre produtor e consumidor ou venda indireta através de um intermediário”, acrescenta.

Esta plataforma de comércio digital de produtos agrícolas nacionais foi concebida pela Oikos – Cooperação e Desenvolvimento, uma Organização Não-Governamental para o Desenvolvimento (ONGD), sem fins lucrativos, fundada em Portugal em 1988.

O município de Proença-a-Nova sublinha ainda que todos os produtores que estiverem interessados em aderir a esta plataforma devem contactar a autarquia através de [email protected]

Comente este artigo
Anterior Acordo da nova Política Agrícola Comum é "muito positivo" para Portugal - ministra
Próximo Projeto “Casca Rija” Vence o 9.º Concurso Universitário da CAP

Artigos relacionados

Últimas

Ficabeira mostra “excelência” dos produtos e serviços da região

FOTO DB/LURDES GONÇALVES

Começou ontem, em Arganil, a 36.ª Ficabeira – Feira Industrial, Comercial e Agrícola da Beira Serra e a Feira do Mont’Alto 2017. […]

Comunicados

TAGUS assinalou Dia Mundial do Combate à Seca e à Desertificação com apresentação de trabalhos escolares

Foi, no passado dia 17 de junho, que a TAGUS- Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior assinalou o Dia Mundial do Combate à Seca e à Desertificação com a […]

Nacional

Açores e República em “sintonia” sobre ajudas aos agricultores

“Existe convergência e sintonia de posição entre os governos dos Açores e da República, por exemplo, quanto à necessidade de a região e de os agricultores açorianos terem o mesmo aumento nas ajudas relativas ao primeiro pilar que os agricultores continentais terão, […]