Produtos hortícolas podem faltar nos mercados

Produtos hortícolas podem faltar nos mercados

[Fonte: Observador]

Os produtos hortícolas podem vir a escassear, alertou a Associação Interprofissional de Horticultura do Oeste, a maior região produtora onde se estão a atrasar as culturas pela falta de chuva.

Os produtos hortícolas podem vir a escassear nos mercados, alertou esta quarta-feira a Associação Interprofissional de Horticultura do Oeste (AIHO), a maior região produtora do país onde os agricultores estão a atrasar as culturas pela falta de chuva.

“Este tempo seco está a atrasar as plantações das culturas hortícolas e os hortícolas podem vir a faltar no mercado”, afirmou à agência Lusa o presidente da AIHO, António Gomes, acrescentando que os viveiros “estão cheios de plantas” que não são vendidas.

 Os agricultores têm receio de produzir, se não chover”, disse.

O dirigente agrícola estimou que, dos cerca de cinco mil hectares de culturas ao ar livre e de estufa que nesta altura costumavam, em anos anteriores, estar ocupados com as produções de couves, tomate, alfaces, espinafres ou outras leguminosas, este ano só existem dois mil.

As culturas que existem estão em risco, se não chover”, alertou.

O setor hortofrutícola teme vir a ter elevados prejuízos, decorrentes da falta de produção no mercado nacional e da eventual quebra nas exportações.

Estima-se que mais de metade da produção nacional de hortícolas é produzida na região Oeste.

Comente este artigo
Anterior Hacer la compra es un 1,2% más caro que hace un año
Próximo Oferta de emprego - Colaborador (M/F) - Lisboa

Artigos relacionados

Últimas

Proença-a-Nova: Proprietários florestais incentivados a limpar, cooperar e ganhar dividendos com os seus terrenos

[Fonte: Gazeta Rural]

O Município de Proença-a-Nova promoveu, nos meses de janeiro e fevereiro, 16 ações de sensibilização sobre a temática da floresta – proteção de pessoas e bens, tendo a última delas sido dinamizada na localidade de Moitas no dia 17 de fevereiro. […]

Comunicados

Produção nacional substitui importações

As exportações no setor agroalimentar cresceram mais do que as importações nos primeiros 7 meses de 2019. Os dados hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística revelam que as exportações aumentaram 3,1% relativamente ao período homólogo […]

Sugeridas

Dias de campo sobre agricultura de precisão no Ribatejo e Alentejo

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]
Está de volta o evento PRECISAMENTE. Nos dias 12 de Setembro, no Porto Alto, e 19 de Setembro, em Beja, a TERRAPRO vai demonstrar que a Agricultura de Precisão é acessível e fácil de aplicar em qualquer exploração agrícola e permite ser mais eficiente com menos recursos. […]