Previsão trimestral – Dezembro, Janeiro e Fevereiro. Risco de mais um Inverno com menos chuva do que o ideal

Previsão trimestral – Dezembro, Janeiro e Fevereiro. Risco de mais um Inverno com menos chuva do que o ideal

—Previsão trimestral para Portugal Continental

A previsão trimestral para Dezembro – Fevereiro indica que as condições de circulação atmosférica e oceânicas serão favoráveis à presença de áreas anticiclónicas mais robustas em Dezembro e Janeiro, enquanto que em Fevereiro poderá haver um regresso a um padrão mais instável e ciclónico.

Em Dezembro esperamos que se formem áreas anticiclónicas entre o Atlântico norte e a Europa ocidental, com possibilidade de surgir alguma perturbação ocasional vinda de norte ou das regiões subtropicais.

Teremos portanto um Dezembro com tendência a ser estável, com eventualmente alguma situação pontual de precipitação mas que não deverá durar muitos dias seguidos.
As temperaturas deverão ficar próximas do normal, com precipitação abaixo do normal.

Em Janeiro teremos um padrão similar ao de Dezembro, mas há mais dispersão nos cenários.

Esperamos um mês com predomínio do anticiclone, com abundância de dias estáveis, mas esperamos que deva ocorrer pelo menos uma situação de instabilidade mais significativa, com perturbações a romper a barreira anticiclónica e a entrar vindas de norte ou noroeste, com alguns dias de tempo mais activo.
As probabilidades de mau tempo são mais vincadas na 2ª metade do mês.
No que toca ás temperaturas esperamos valores próximos do normal, com precipitação abaixo do normal.

Em Fevereiro esperamos mais atividade ciclónica, com um padrão que volta a favorecer perturbações vindas de norte ou noroeste.
Temos um sinal positivo de precipitação em Fevereiro-Março que poderá voltar a safar o Inverno “rés ves ” no que toca à tão necessária chuva, em especial no sul.

Fevereiro deverá apresentar temperaturas próximas ou abaixo do normal, com precipitação dentro ou até um pouco acima do normal.

“No continente, Tempo mais seco e estável em Dezembro e Janeiro, com um padrão de Inverno mais vincado em Fevereiro.”

Tendência para maior persistência anticiclónica em Dezembro e Janeiro segundo os anos com condições mais semelhantes a 2020 observados nos últimos 30 anos.

— Tempo estável nas ilhas.

Nos Açores e na Madeira esperamos que em geral as condições sejam tranquilas durante os próximos 3 meses, com predomínio da influencia do Anticiclone.

Na Madeira em Fevereiro, tal como no continente, também esperamos um aumento da instabilidade mas nos Açores o sinal é menos claro.

No global não deverá ser um Inverno rigoroso, embora este tipo de previsões seja apenas uma aproximação ás condições médias esperadas, não se exclui situações pontuais que se possam desviar significativamente deste padrão geral.

Dado que os padrões a longo prazo estão particularmente complexos e difíceis de prever, aconselhamos todos a irem seguindo as nossas atualizações.

O artigo foi publicado originalmente em BestWeather.

Veja a previsão do tempo e a melhor altura para pulverizar na nossa página de Meteorologia powered by Syngenta.

Comente este artigo
Anterior OE 2021: um pântano para as florestas - Paulo Pimenta de Castro
Próximo Brasil usa vespa como agente biológico para controlo da mosca-da-fruta

Artigos relacionados

Nacional

Sonae Arauco dá “um salto no tempo” na produção florestal

“Dar um salto no tempo”. A Sonae Arauco semeou 100.160 mil sementes seleccionadas a partir de diferentes programas de melhoramento genético de pinheiro-bravo e pinheiro-radiata que adquiriu […]

Dossiers

Cotações – Bovinos – 19 a 25 de julho 2021

A cotação mais frequente de novilha, 12 a 24 meses, cruzada Charolês diminuiu 0,017 €/kg Peso Carcaça, mas as cotações mais frequentes, […]

Nacional

Quinta da Vacaria investe 10ME em adega e hotel e cria 100 empregos no Douro

A Quinta da Vacaria está a investir 10 milhões de euros na construção de uma adega e de um hotel junto ao rio Douro, na Régua, que vai criar 100 postos de trabalho, foi hoje anunciado. […]