Portugueses não seguem a dieta ideal e falham as recomendações da OMS

Os hábitos alimentares dos portugueses estão a ter impacto no aumento do cancro, das doenças cardiovasculares e até das demências, revelam vários estudos. O que comemos pode prevenir ou acelerar problemas de saúde e mudar de alimentação pode ter um efeito idêntico ao de um medicamento.

A RTP3 vai exibir no próximo dia 17 de Julho, pelas 22 horas, mais um episódio do programa Fronteiras XXI dedicado aos nossos hábitos alimentares e às questões em torno da segurança alimentar. A pergunta colocada é: “Porque é que somos o que comemos?”.

Portugueses não seguem a dieta ideal

O Fronteiras XXI é uma iniciativa levada a cabo pela Fundação Francisco Manuel dos Santos e a RTP3. E segundo esta, a dieta  considerada ideal não está a ser seguida pelos portugueses e muitos falham os limites recomendados pela OMS — Organização Mundial de Saúde.

Segundo o Fronteiras XXI, 56% dos portugueses comem menos das 400 gramas diárias de frutas e hortícolas recomendadas pela OMS, realçando que as frutas e hortícolas ajudam a prevenir doenças cardiovasculares e cancro.

Por outro lado, 76% comem mais sal do que as 5 gramas por dia aconselhadas e 53% come mais gorduras saturadas do que devia. O mesmo se passa com o açúcar (mais 23%).

Sal e açúcar em excesso

Explicam os responsáveis por esta iniciativa que “perdemos menos tempo na cozinha e menos tempo com refeições. Temos maior segurança alimentar, mas comemos sal e açúcar em excesso e menos legumes e fruta do que o recomendado”.

E acrescentam que os hábitos alimentares dos portugueses “estão a ter impacto no aumento do cancro, das doenças cardiovasculares e até das demências, revelam vários estudos. O que comemos pode prevenir ou acelerar problemas de saúde e mudar de alimentação pode ter um efeito idêntico ao de um medicamento”.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Progress report shows an increase in soil health practices
Próximo Robot uses machine learning to harvest lettuce

Artigos relacionados

Últimas

BASF apoia viticultores portugueses

Aconteceu no dia 14 de Novembro de 2019, no Montebelo Aguieira, em Mortágua, o Viticultor 365 DOC, um evento promovido pela BASF– […]

Newsletters

Newsletter DGAV – Julho 2020

A Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), publica a sua Newsletter referente ao mês de julho.
Entre outros assuntos, […]

Dossiers

Cotações – Ovinos e Caprinos – Informação Semanal – 6 a 12 Janeiro 2020

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas
Ovinos
Registou-se uma redução das cotações médias nacionais dos borregos de <12 Kg (-42 cêntimos / Kg) e de 22-28 Kg (-10 cêntimos / Kg) em relação à […]