Portugal reforça os seus laços comerciais com a Alemanha no Congresso Alemão de Frutas e Legumes (DOGK)

Portugal reforça os seus laços comerciais com a Alemanha no Congresso Alemão de Frutas e Legumes (DOGK)

Alemanha é o 5º país de destino de fruta e hortaliça lusa

A Portugal Fresh, a associação para a promoção de fruta, legumes e flores portuguesas, vai participar no VIII Congresso Alemão de Frutas e Legumes (DOGK), a realizar em Düsseldorf nos dias 20 e 21 de Setembro.

Nesta edição, focada no comércio online, o DOGK espera juntar cerca de 600 profissionais da grande distribuição alemã, com uma forte representação das principais cadeias.

A participação lusa inclui um stand onde será possível degustar novas receitas elaboras com os produtos estrela, entre os quais se destaca a pêra Rocha e os frutos vermelhos. Para além disso, e como parte do programa oficial, o seu Presidente e CEO Gonçalo Santos Andrade vai fazer uma apresentação sobre as oportunidades que Portugal oferece aos seus sócios alemães. “Portugal é a Califórnia da Europa. O único país na latitude sul com influência Atlântica onde é possível produzir alguns produtos estratégicos durante todo o ano. A disponibilidade de água e a qualidade do solo são outros factores que permitem a produção de fruta e legumes de elevada qualidade” destacou Gonçalo Santos.

Desde que foi criada em 2010, a Portugal Fresh trabalha para fomentar as exportações hortofrutícolas lusas, apoiando assim o crescimento económico do país. O seu ambicioso calendário promocional para 2018 inclui 19 acções, a decorrer em 13 países, tal como a Colômbia, Suécia, Dinamarca, Dubai, Orlando… “O nosso programa é ambicioso e vamos estar presentes nos principais eventos e mercados internacionais, para os quais pretendemos aumentar as exportações portuguesas, tal com o México e a Colômbia” explica Gonçalo Santos, e acrescenta “Também pretendemos estabelecer acordos com novos mercados destacados, como por exemplo a China e a Índia, com quem ainda não celebrámos acordos de exportação”.

O evento de Düsseldorf mostra a importância da Alemanha como sócio comercial de Portugal. Desde 2015 que o país alemão é o quinto mercado de exportação para produtores portugueses, assumindo uma importância cada vez mais significativa. À sua frente está Espanha, com 30,5% das exportações hortofrutícolas lusas (450 milhões de euros), seguida de França com 12,1% (178 milhões de euros), do Reino Unido com 9,4% (138 milhões de euros) e da Holanda com 8,2% (120 milhões de euros).

Desde que a Portugal Fresh participou, na qualidade de país convidado, na Fruit Logistica de Berlim em 2015, a Alemanha passou do 9º para o 5º lugar, com um aumento considerável nos números de exportação. Para 2018, Portugal pretende que a Alemanha suba ao terceiro lugar com um volume de negócios de mais de 100 milhões de euros.

Comente este artigo
Anterior Parceria entre o BPI e a John Deere no financiamento de máquinas agrícolas supera os 11 milhões de euros em 2018
Próximo Agroglobal 2018: as imagens da presença da CELPA

Artigos relacionados

Comunicados

Celpa – Prémio Floresta e Sustentabilidade – Categoria “Economia e Gestão da Floresta” recebe projetos de produtores, associações e empresas até 31 de Dezembro

[Fonte: Celpa]
31 de Dezembro de 2018 é a data limite para submeter candidaturas nas categorias Economia e Gestão, […]

Comunicados

Estão abertas a candidaturas ao Pedido Único

Arranca hoje, 1 de Março,  o primeiro dia de apresentação das candidaturas ao Pedido Único (PU), para o ano de 2017. […]

Comunicados

Crédito Agrícola apoia modernização da produção e internacionalização do sector agrícola

[Fonte: Crédito Agrícola]
Lisboa, 28 de Janeiro de 2019 – Com o objectivo de reforçar o seu apoio ao sector primário, […]