Portugal na rota do investimento em vinhos finos da OENO

Portugal na rota do investimento em vinhos finos da OENO

A empresa britânica de investimento em vinhos de elevado valor acrescentado OENO acaba de abrir o seu primeiro escritório em Portugal, em Lisboa, propondo-se fechar 2021 com cinco milhões de euros de investimento em vinhos portugueses, foi hoje anunciado.

Com sede em Londres e escritórios em França, Itália, Estados Unidos, Espanha e Alemanha, a OENO investe em “vinhos de elevado valor acrescentado, comparáveis a ações em bolsa joias ou carros de luxo”, e entra agora em Portugal pelas mãos de Cláudio Martins, da consultora de vinhos Martins Wine Advisor, embaixador da empresa em Portugal e Brasil.

“Neste momento Portugal é praticamente desconhecido do portefólio da OENO e é uma pena que assim seja. Portugal é um país que está a despertar muito interesse nos investidores e em investidores com interesses diversificados, o que já nos havia chamado a atenção há algum tempo. Ao conseguirmos agora firmar uma parceria com Cláudio Martins, da Martins Wine Advisor, acreditamos que temos todas as condições para que o investimento em vinhos seja tão comum como em ações ou em ouro”, afirma o fundador da OENO, citado num comunicado.

Segundo destaca Daniel Carnio, a rentabilidade de alguns dos vinhos do portefólio da empresa “é extremamente interessante, oscilando entre os 10% e os 12% ao ano”.

Comente este artigo
Anterior “Este é o momento de Portugal” – Frederico Falcão, presidente da ViniPortugal
Próximo Comissão Nacional de Proteção Civil aprovou Dispositivo Especial de Combate aos Incêndios Rurais

Artigos relacionados

Últimas

Marcelo diz que organização e gestão da floresta é o grande desafio

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, apontou nesta quarta-feira a organização e a gestão da floresta como “o grande desafio dos próximos anos”, […]

Últimas

ViniPortugal quer investir mais de 7 ME na promoção internacional em 2021

A organização interprofissional ViniPortugal pretende investir mais de sete milhões de euros na promoção internacional no próximo ano, um plano que prevê 111 ações em 21 mercados, foi hoje […]

Sugeridas

DGAV “terá sempre que ser ouvida” sobre animais de companhia – Ministra

A ministra da Agricultura disse hoje que a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) “terá sempre que ser ouvida” na definição de políticas sobre bem-estar, comércio […]