Plano de Contingência: Xylella fastidiosa e seus vetores – versão 2 – 2021

Plano de Contingência: Xylella fastidiosa e seus vetores – versão 2 – 2021

Procede-se à atualização do presente Plano de Contingência de acordo com as normas estabelecidas no Regulamento de Execução (EU) 2020/1201 da Comissão, de 14 de agosto de 2020, que estabelece as medidas para impedir a introdução e propagação na União Europeia de Xylella fastidiosa e que revogou a anterior legislação.

Xylella fastidiosa é uma bactéria que afeta muitas espécies importantes, tais como oliveira, amendoeira, cerejeira, citrinos, videira e sobreiros e diversas ornamentais, incluindo lavandas, rosmaninho, loendros e polígalas.

Esta bactéria, com quatro variantes, dispersa-se a distâncias curtas através de insetos e, a longas distâncias, pelo movimento de plantas contaminadas. Considera-se que o risco de introdução e dispersão é elevado, tendo em conta a importação e circulação na União Europeia de material de propagação proveniente de diversas regiões, as frequentes infeções latentes (assintomáticas), as quais dificultam a sua deteção precoce e a presença no nosso território de espécies de insetos capazes de a dispersarem.

→ Aceda aqui ao documento ←

Comente este artigo
Anterior Syngenta: $ 2000 milhões para a agricultura sustentável
Próximo Angola reforça distribuição de insumos agrícolas para mitigar efeitos de seca no sul

Artigos relacionados

Nacional

Governo em peso no Crato. Barragem do Pisão pode avançar

A vila alentejana do Crato recebe hoje, 7 de Junho, quatro ministros e dois secretários de Estado. Tudo para anunciar as conclusões do estudo de viabilidade da Barragem do Pisão, […]

Últimas

Imigração para Portugal já cresceu 18% em 2019 (e ainda vai aumentar)

Até ao dia 31 de outubro foram concedidas 110.813 novas autorizações de residência (AR) a cidadãos estrangeiros em Portugal, quase mais 17 mil do que em todo o ano de 2018 (93.154), […]

Sugeridas

Comercialização de banana da Madeira cresce 23,2% nos primeiros 4 meses de 2020

A Região Autónoma da Madeira comercializadas 5.146,4 toneladas de banana no primeiro quadrimestre de 2020, mais 969,4 toneladas que no […]