PJ deteve suspeito de atear fogo florestal em Ovar

PJ deteve suspeito de atear fogo florestal em Ovar

A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro deteve um homem de 50 anos suspeito de ter ateado um incêndio florestal no passado mês de maio no concelho de Ovar, anunciou esta quainta-feira aquele órgão de polícia criminal.

Em comunicado, a PJ esclarece que o indivíduo foi detido na quarta-feira, no cumprimento de mandados de detenção emitidos pelo Ministério Público de Ovar.

De acordo com a investigação, o indivíduo pegou fogo a um conjunto de vegetação, mato rasteiro e árvores, utilizando para o efeito um isqueiro que transportava, agindo num quadro de “forte alcoolismo”.

A PJ refere que o incêndio, apesar da proximidade de várias habitações, não teve consequências de maior, devido à sua deteção quase imediata por testemunha que conseguiu combater prontamente o mesmo.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de obrigação de tratamento da sua dependência alcoólica e obrigação de apresentações periódicas em posto policial.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Correio da Manhã.

Anterior ISA inova em Olival de demonstração
Próximo Portugal Fresh: Inscrições abertas para a Fruit Attraction

Artigos relacionados

Dossiers

El mercado de los huevos se equilibra después de las últimas subidas

La tendencia alcista se toma un respiro y repiten todas las cotizaciones en huevos. Los pedidos de la exportación van estabilizándose, […]

Nacional

Executivo propõe reforço do PRORURAL+ devido a elevado número de candidaturas

O Governo dos Açores vai propor à Comissão Europeia a revisão do PRORURAL+ de modo a possibilitar a abertura de novas candidaturas à medida de manutenção da extensificação pecuária aos agricultores que terminaram os compromissos em 2016. […]