PAN visita cidadão em greve de fome e questiona Governo

PAN visita cidadão em greve de fome e questiona Governo

O Grupo Parlamentar do PAN – Pessoas – Animais – Natureza visitou o cidadão Luís Dias que se encontra em greve de fome em frente ao Palácio de Belém e, após esta conversa, submeteu uma pergunta ao Governo sobre a falta de apoios a este cidadão.

Relembramos que, em 2013, Luís Dias e a sua mulher investiram todas as suas economias para criar uma plantação de amoras, numa zona do concelho de Idanha-a-Nova, e para a criação de emprego nesta região, uma das mais desfavorecidas do país. De acordo com este cidadão, para além de terem assistido a uma série de ilegalidades e obstáculos para a criação da quinta, após esta ter sido arrasada por tempestades nunca lhes foi possível reconstruir a sua plantação, perderam rendimentos e deixaram de poder sustentar os postos de trabalho das pessoas que empregavam, nunca tendo recebido os devidos apoios.

Neste contexto, o Grupo Parlamentar do PAN questionou o Ministério da Agricultura sobre:

  1. Quando irá o Ministério dialogar com este cidadão com vista a diligenciar a resolução desta situação, com a maior urgência possível?
  2. Como o Ministério explica o que falhou neste processo?
  3. De que forma justifica o Ministério as constantes contradições e oposições à atribuição destes apoios?
  4. De que forma justifica o Ministério a extrema morosidade e dificuldade na atribuição das verbas reivindicadas?

Nota enviada pelo PAN.

Comente este artigo
Anterior Vinho Quinta Vale D. Maria Vinha da Francisca 2018 vence Concurso Vinhos de Portugal
Próximo Infowineforum debate a vitivinicultura, o enoturismo e os mercados em Vila Real

Artigos relacionados

Nacional

Ordem dos Veterinários abre processo disciplinar a ex-veterinário de Santo Tirso

A Ordem dos Médicos Veterinários (OMV) vai avançar com um processo disciplinar ao ex-veterinário da Câmara de Santo Tirso Jorge Salústio, na sequência do incêndio que […]

Notícias PAC pós 2020

Acuerdo en la UE para la PAC: 60% de los pagos directos a la renta agraria; un 20% para unos ecoesquemas voluntarios

Los países de la Unión Europea (UE) cerraron en la madrugada del miércoles, después de 42 horas de negociaciones. Un acuerdo en la UE para la PAC. que regulará el campo europeo entre 2023 y […]

Últimas

CAP pede profissionalismo na gestão dos fundos comunitários

O presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), Eduardo Oliveira e Sousa, manifestou hoje preocupação com a execução do Portugal 2020 e pediu reforço do […]