OE2021: Castanha e frutos vermelhos congelados vão ter taxa de IVA reduzida

OE2021: Castanha e frutos vermelhos congelados vão ter taxa de IVA reduzida

A taxa de IVA das castanhas e frutos vermelhos congelados vai baixar de 23% para 6%, segundo uma proposta de alteração ao Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) do PS aprovada hoje no parlamento.

A iniciativa dos socialistas foi aprovada na Comissão de Orçamento e Finanças com os votos favoráveis de todos os partidos, à exceção do PSD e do PCP que se abstiveram.

Na exposição de motivos da proposta, os deputados do PS referem que a castanha e os frutos vermelhos produzidos em Portugal são “os únicos frutos comercializados congelados”, ao contrário do que sucede com os legumes e hortícolas nos quais a venda em congelado é usual, tal como em fresco ou refrigerada.

Enquanto os legumes e hortícolas congelados estão incluídos no grupo de produtos sujeito à taxa reduzida de IVA (que em Portugal continental é de 6%), o mesmo não sucede com as castanhas e frutos vermelhos que pagam 6% de imposto quando comercializados em fresco, mas 23% quando congelados.

“Atendendo ao aumento da capacidade de produção nacional da castanha e dos pequenos frutos (maioritariamente destinados para exportação), faz todo o sentido taxar estes produtos (congelados) à taxa reduzida”, refere a proposta do PS que solicita, por isso, a inclusão destes frutos “na taxa reduzida do IVA”.

O objetivo, acrescenta o texto, é reduzir o preço destes produtos ao consumidor final nacional, e “estimular o consumo destes alimentos nutricionalmente saudáveis”.

Os deputados começaram na sexta-feira as votações na especialidade da proposta de OE2021 e das cerca de 1.500 propostas de alteração entregues pelos partidos, que terminam na quarta-feira.

A votação final global do OE2021 está marcada para quinta-feira.

Comente este artigo
Anterior OE2021: Parlamento aprova transferência de verbas para reconhecimento de veterinários municipais
Próximo Webinar: Gestão Sustentável - Povoamentos de Sobro e Azinho - 27 de novembro

Artigos relacionados

Ofertas

Oferta de estágio – Técnico de Qualidade – Engenheiro Agrónomo – Ferreira do Alentejo

A Migdalo, empresa nacional dedicada à produção, transformação e comercialização de amêndoa mediterrânica no Alentejo, pretende admitir […]

Dossiers

“Este apoio à produção nacional temos de manter, porque temos de ajudar”

Pingo Doce tem à venda cabazes com produtos essenciais com desconto, numa altura que o preço é preocupação. Cadeia aposta na produção […]

Últimas

Nuevas bajadas en las cotizaciones de las almendras


La lonja Nacional de la Almendra de Mercamurcia mantuvo la tónica de descensos de semanas anteriores. […]