Nelson de Souza: “Queremos aprovar cinco mil milhões de fundos em 2019”

Nelson de Souza: “Queremos aprovar cinco mil milhões de fundos em 2019”

[Fonte: ECO]

O novo ministro do Planeamento, Nelson de Souza, vai antecipar o calendário e esgotar todos os fundos europeus do atual quadro comunitário PT2020 em 2019. O objetivo foi assumido pelo governante em entrevista ao Expresso (acesso pago), neste sábado, onde sobre o futuro garante ainda que o Governo está a fazer tudo para mitigar o corte de 7% proposto pela Comissão Europeia para o próximo quadro PT2030, ainda que não se comprometa com qualquer meta.

“Queremos antecipar para 2019 o encerramento do PT2020 em termos de aprovações de projetos. Queremos comprometer todo o orçamento até ao final deste ano”, afirmou Nelson de Souza, acrescentando que ” bolo que será objeto de aprovação até ao final de 2019 será qualquer coisa como 5 mil milhões de euros”.

Relativamente a uma eventual conotação eleitoralista que possa ser associada a esse objetivo, o governante não foge à pergunta. “Qualquer medida de estímulo de economia que possa surgir agora corre o risco de ter essa leitura por parte de quem faz oposição ao Governo. Sabemos disso e são as regras do jogo”, começa por assumir, para depois lembrar que “não faz sentido ter uma grande procura por parte dos investidores e depois não aprovar os seus projetos de investimento“.

Confrontado com as críticas da oposição que falam em problemas de execução de fundos comunitários, nega a respetiva lógica. “O que é reconhecido nos meios comunitários é que Portugal é claramente daqueles que vai à frente na execução. O ranking diz respeito aos países que recebem os maiores envelopes financeiros”, salienta Nelson de Souza.

Quanto ao PT2030, e evitar um corte de 7% (1,6 mil milhões de euros) nos fundos da coesão, Nelson de Souza assume que o objetivo é mitigar ao máximo essa redução. “Vamos defender os nossos interesses até ao último dia“, assume apesar de não traçar qualquer meta nesse âmbito.

Comente este artigo

O artigo Nelson de Souza: “Queremos aprovar cinco mil milhões de fundos em 2019” foi publicado originalmente em ECO.

Anterior Canábis torna-se um grande mercado para empresa de iluminação
Próximo Água reciclada ganha mais volume na agricultura

Artigos relacionados

Nacional

Ovibeja: Marcelo diz que chuva dos últimos dias é “boa notícia”, mas “não chega”

[Fonte: Gazeta Rural]

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, manifestou-se esta quarta-feira preocupado com a seca em Portugal, frisando que a chuva que tem caído nos últimos dias é uma “boa notícia”, mas “não chega” para resolver o problema. […]

Últimas

Paisagem da vinha do Pico em destaque na Feira Nacional de Agricultura

[Fonte: Agricultura e Mar]

Uma representação das tradicionais curraletas de vinha da Ilha do Pico vão estar em destaque na entrada do recinto da 56.ª Feira Nacional de Agricultura, que decorre de 8 a 16 de Junho, em Santarém.
Cerca de 20 toneladas de materiais, […]

Últimas

Inteligência artificial ao serviço do combate a incêndios

[Fonte: O Jornal Económico]

A solução Bee2FireDetection recorre a inteligência artificial para detecção de fogos.
A Bee2FireDirection é uma solução da empresa portuguesa Compta que, contando com o apoio da plataforma Watson da IBM, permite detectar incêndios praticamente em tempo real e prever o nível de risco de ocorrência. […]