Negligência ou acampamentos ilegais? Origem do fogo de Monchique e Portimão está a ser investigada

Negligência ou acampamentos ilegais? Origem do fogo de Monchique e Portimão está a ser investigada

Monchique e Portimão tentam voltar à normalidade possível.

A origem do fogo que começou em Monchique e se estendeu a Portimão, abrangeu mais de 2 mil hectares, ainda está por apurar.

No terreno estão a GNR e a Policia Judiciária a investigar, mas já este domingo a GNR aventou a hipótese de o fogo ter começado no sítio do Tojeiro.” De acordo com a informação da GNR começou numa espécie de um acampamento onde fazem festas durante o fim de semana”, conta a autarca de Portimão. Isilda Gomes revela que ” ao que

Continue a ler este artigo na TSF.

Comente este artigo
Anterior Plano de Recuperação e Resiliência - componente Florestas
Próximo "Vamos transformar este território": António Costa apresenta Plano de Recuperação e Resiliência para a floresta

Artigos relacionados

Comunicados

COPA e COGECA saúdam a abordagem orientada para o mercado no novo plano de ação para a agricultura biológica da comissão europeia

O Copa e a Cogeca, organização de que a CONFAGRI faz parte, em comunicado divulgado hoje, referem que a agricultura biológica tem crescido constantemente na última década (62% em […]

Sugeridas

Veterinários angariam 6.244 euros para apoiar pastor que perdeu 68 cabras

A Ordem dos Médicos Veterinários (OMV) angariou 6.244 euros para apoiar o pastor Dario Gonçalves, de Arcos de Valdevez, que na sexta-feira ficou sem 68 cabras de raça bravia […]

Dossiers

Alterações ao Código da Estrada: Arco de Segurança obrigatório

Entra hoje em vigor o Decreto-Lei n.º 102-B/2020, de 9 de dezembro, que altera o Código da Estrada e alguma legislação complementar, com o intuito de incrementar a segurança rodoviária, apresentando alterações ao nível do regime […]