Não deixar ninguém para trás. Do soundbite à realidade – Jaime Piçarra

Não deixar ninguém para trás. Do soundbite à realidade – Jaime Piçarra

Com a pandemia, já percebemos que nada é garantido. Nem a alimentação. Sem apoios às empresas, multiplicar-se-ão “as refinarias de Matosinhos” e, infelizmente, alguém ficará para trás.

Não deixar ninguém para trás é o soundbite mais repetido quando se fala dos planos de recuperação e resiliência da Europa, intrinsecamente ligados às questões ambientais. No entanto, do soundbite à realidade pode ir, e vai, um longo caminho.

A Indústria da Alimentação Animal tem vindo a alertar para uma situação que se está a intensificar: o agravamento dos preços das matérias-primas agrícolas, sobretudo milho, trigo e soja, que acontece em simultâneo com as crescentes exigências ambientais à produção agroalimentar. Temos vindo também a referir que receamos a intensidade e velocidade do cumprimento das metas do Green Deal e não a sua natureza.

O Índice de Preços da Alimentação da FAO, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura, regista um aumento pelo nono mês consecutivo, atingindo uma média de 116 pontos, o nível mais alto desde julho de 2014. Contribuem para esta tendência e afetam diretamente a produção portuguesa de alimentação animal o aumento do preço das oleaginosas e de cereais, matérias-primas que registam, segundo a avaliação da mesma entidade, uma subida de 42,3% face ao período homólogo em janeiro de 2020 impulsionada pela forte procura da China.

Continue a ler este artigo no Observador.

Comente este artigo
Anterior VITIS 2020/2021 - alterações de candidaturas e pedidos de pagamento
Próximo Glifosato | Podcast desmonta mentiras sobre o herbicida

Artigos relacionados

Últimas

Candidaturas em aberto para a Oficina do Empreendedor na Incubadora de Base Rural

Até 13 de dezembro estarão em curso as candidaturas para a Oficina do Empreendedor no âmbito do projeto da Incubadora de Base Rural de Guimarães. […]

Dossiers

Manifesto de cortiça termina a 31 de dezembro

Produtores de cortiça em cru, destinada a venda ou a autoconsumo têm, obrigatoriamente, de informar o ICNF até final do mês. […]

Últimas

Crédito Agrícola distingue 76 vinhos nacionais

Já foram revelados, em cerimónia realizada no passado dia 23 de Novembro, na Casa do Douro, Peso da Régua, os vencedores […]