Ministro defende “ligação entre ciência e agricultores” para reduzir impacto das alterações climáticas

Ministro defende “ligação entre ciência e agricultores” para reduzir impacto das alterações climáticas

[Fonte: Rádio Campanário] O INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária assinalou o Dia do Agricultor 2019 esta quarta-feira (15 de maio), numa iniciativa que teve lugar no polo de Elvas do INIAV com o objetivo dar a conhecer os resultados da experimentação e investigação desenvolvidas no Polo de Elvas.

Em declarações à RC presente no evento, Luís Capoulas Santos, Ministro da Agricultura, Florestas e do Desenvolvimento Rural afirma a esta estação emissora que “as alterações climáticas são uma realidade incontornável”.

O Ministro refere que “dantes tínhamos em cada 10 anos 8 com irregularidades de chuva, hoje é o contrário”, referindo que “temos de nos adaptar ás alterações climáticas e tentar reduzir o seu impacto”.

Naquilo que respeita a esta estação do INIAV, em Elvas, Capoulas Santos considera que “a resposta passa pela ciência, mas a ciência em si só de pouco vale, o que estamos a procurar é ligar a ciência com os produtores, para que sejam identificados os problemas concretos e as suas respostas”.

Convidado pela RC a comentar a jornada que hoje decorreu em Elvas, o ministro refere a presença de “200 agricultores, e tentamos perceber como encontrar melhores alimentos para os animais, reduzindo as importações”.

O ministro destaca a importância em “produzir cada vez mais pastagens e forragens em anos que os períodos de chuva são cada vez mais reduzidos”, apontando como alternativa a aposta em “plantas mais produtivas, ciclos dessas plantas mais adequados a esta nova realidade, plantas que tenham elevado valor nutritivo, por forma a que os agricultores possam stokar alimento para os períodos de carência que serão cada vez mais longos”

“Não podemos esquecer que a maior parte do território é de sequeiro, é necessário aproveitar os seus recursos e as suas potencialidades”
Luís Capoulas Santos

Luís Capoulas Santos refere que o principal objetivo desta jornada é “por em contacto os agricultores e a ciência, não só para identificar problemas, como também para analisar os resultados dos projetos já desenvolvidos”.

Comente este artigo
Anterior Avisos Agrícolas: 07 (2019) Vinha, Pomóideas, Prunóideas, Pequenos Frutos, Nogueira, Batateira e Cebola – Entre Douro e Minho
Próximo Administrador da Cersul satisfeito com os 700 milhões para a agricultura, mas garante que “têm que ser rigorosamente aplicados”

Artigos relacionados

Últimas

Parque Peneda-Gerês recebe projeto piloto pela preservação da natureza

Estão no terreno 10 novas equipas de Sapadores Florestais para contribuirem para a preservação do Parque Nacional da Peneda Geres. Esta é apenas uma das 11 medidas do projeto piloto do Governo para a restauração das areas ardidas no verão passado neste territorio.

Comente este artigo

#wpdevar_comment_4 span,#wpdevar_comment_4 iframe{width:100% !important;} […]

Nacional

Governo disponibiliza mais 17,5 milhões de euros para apoio ao investimento agrícola

[Fonte: Gazeta Rural]


Estão abertos novos concursos no âmbito do PDR 2020, no montante de 17,5 milhões de euros, destinados a apoiar o investimento nas explorações agrícolas. Estes concursos disponibilizam verbas para os setores da horticultura e da pecuária e vêm completar o pacote de apoio ao investimento, […]

Últimas

Obras no Mercado Agrícola de Santana querem potenciar turismo

“Não é uma obra megalómana, não é uma obra de milhões, mas que tem um significado muito importante. Mais do que o seu valor da construção, é o seu valor do simbolismo que representa”, disse o presidente da Associação Agrícola da Ilha de São Miguel, Jorge Rita, […]