Ministério da Agricultura abre anúncio que promove uso mais eficiente da água dos regadios

Ministério da Agricultura abre anúncio que promove uso mais eficiente da água dos regadios

No âmbito da operação “Melhoria da eficiência dos regadios existentes”, do PDR2020, abriu ontem o anúncio que visa a promoção do uso mais eficiente da água através da Reabilitação e Modernização de regadios coletivos tradicionais, identificados e aprovados no mapeamento do respetivo Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial (PDCT) da Comunidade Intermunicipal (CIM).

A área geográfica elegível corresponde ao território das CIM com dotação disponível na componente associada aos Regadios Tradicionais, no respetivo PDCT, num total de cerca de 3M€, desagregados pelas seguintes CIM: Área Metropolitana do Porto; Beira Baixa; Região de Aveiro; Região de Leiria; Beiras e Serra da Estrela; Terras de Trás-os-Montes; Alto Minho; Cávado; Douro; Médio Tejo; Tâmega e Sousa e Viseu, Dão e Lafões.

As candidaturas estão abertas até às 17:00 horas do dia 18 de agosto de 2021, sendo os apoios concedidos sob a forma de subvenções não reembolsáveis, com uma taxa que corresponde a 100% do valor de investimento elegível.

→ Candidatura ←

Comente este artigo
Anterior Incêndios: Presidente da agência de fogos alerta para novas tragédias se nada for feito
Próximo Governo abre candidaturas para fundos para modernização de regadios

Artigos relacionados

Comunicados

Importação – Produtos compostos

Importações do Reino Unido (RU) (Inglaterra, País de Gales e Escócia) para a União Europeia (EU) de Produtos Compostos (PCs)
– […]

Nacional

Incêndio em silos de cereais em Beja entra em fase de rescaldo – CDOS

O incêndio que deflagrou hoje de madrugada nos silos de cereais da Cooperativa Agrícola de Beja e Brinches, na periferia da cidade, entrou em fase de rescaldo, disse o […]

Nacional

Taxa Google? Temos de saber cobrar a quem beneficia sem contribuir nada

Nelson de Souza, Ministro do Planeamento, não tem dúvidas e pretende defender Bruxelas a “taxa Google” como forma de assegurar receitas para a União Europeia. […]