Manifestação em Lisboa a 14 de junho: Por uma PAC mais justa e solidária, em defesa da Agricultura Familiar e do Mundo Rural

Manifestação em Lisboa a 14 de junho: Por uma PAC mais justa e solidária, em defesa da Agricultura Familiar e do Mundo Rural

A CNA – Confederação Nacional da Agricultura, com as suas Filiadas e com centenas de Agricultoras e Agricultores, promove na próxima segunda-feira, 14 de Junho, às 15 horas, uma MANIFESTAÇÃO em Lisboa, por uma PAC – Política Agrícola Comum – mais justa e solidária, que defenda a Agricultura Familiar e um Mundo Rural vivo!

A Manifestação seguirá da Antiga FIL para o Centro Cultural de Belém, sede da Presidência Portuguesa da União Europeia, onde se realiza a reunião informal dos Ministros da Agricultura da UE. No final será entregue uma declaração à Presidência Portuguesa.

Esta Manifestação conta com o apoio da Coordenadora Europeia Via Campesina (ECVC) e com a participação das suas organizações membro de Espanha, COAG (Coordinadora de Organizaciones de Agricultores y Ganaderos), SLG (Sindicato Labrego Galego), EHNE Bizkaia e SOC-SAT (Sindicato de Obreros del Campo – Sindicato Andaluz de Trabajadores); e de França a Confédération Paysanne.

Quando se realiza em Lisboa mais uma reunião de ministros da Agricultura durante a Presidência Portuguesa da União Europeia, vamos mostrar as nossas razões de protesto, vamos dizer não a esta Política Agrícola Comum e lutar por uma nova PAC que respeite os direitos da Agricultura Familiar!

Desde a entrada na União Europeia, então CEE, foram eliminadas em Portugal perto de 400 mil explorações agrícolas, sobretudo pequenas e médias. O rendimento dos Agricultores degrada-se. Cada vez é mais caro produzir e cada vez se recebe menos pelo que se produz.

Outra das injustiças da PAC está na distribuição das ajudas públicas. Em Portugal, 7% de grandes Agricultores recebem cerca de 70% das ajudas da PAC. Para os restantes 93% dos Agricultores sobram apenas 30% das ajudas comunitárias. A injustiça é tanto maior quando se calcula que estes 93% dos agricultores representam cerca de 50% do valor da produção.

Neste sentido, a CNA reclama que a PAC contemple instrumentos de regulação pública do mercado e da produção, de forma a permitir estabilidade e preços justos para os Agricultores; e que assegure uma distribuição justa das ajudas, atribuídas apenas a quem produz.

Na próxima segunda-feira, vamos reclamar uma PAC que aposte nos mercados de proximidade, valorize os sistemas policulturais e promova o rejuvenescimento da Agricultura com rendimentos justos e serviços públicos no Mundo Rural.

Levaremos também a Lisboa o nosso protesto contra a falta de resposta eficaz por parte do Governo e do Ministério da Agricultura para os elevados prejuízos causados nas culturas por javalis e outros animais selvagens, contra a inexistência de apoios adequados aos agricultores que tiveram a sua produção destruída por adversidades climáticas e exigiremos a concretização plena, e sem mais demoras, do Estatuto da Agricultura Familiar.

Aos Agricultores não faltam motivos para protestar e fazer ouvir a sua voz! Vamos dizer Não a mais dinheiro para os mesmos e mais desprezo para a Agricultura Familiar.

Vamos exigir uma PAC mais justa e solidária!

Vamos defender a Agricultura Familiar e o Mundo Rural!

Vamos defender a Produção Nacional e da Soberania Alimentar do País!

INFORMAÇÕES ADICIONAIS:

12h00: Chegada de autocarros oriundos de diversas regiões à Alameda Edgar Cardoso (Parque Eduardo VII)

14h00: Saída em direcção à Avenida da Índia com acompanhamento da PSP

15h30: Início da Manifestação

16h30: Hora prevista de chegada ao Centro Cultural de Belém / Sede da Presidência Portuguesa da UE

Comente este artigo
Anterior Portugal acoge la primera edición de la Cumbre Ibérica sobre Agricultura
Próximo Previsão período alargado - Continente - 14 jun. a 11 jul.

Artigos relacionados

Sugeridas

Zero exige suspensão de subsídios às centrais de biomassa do Fundão e Viseu

A associação ambientalista Zero exigiu hoje ao Governo a suspensão da “atribuição de subsídios” às novas centrais elétricas que utilizam biomassa, […]

Sugeridas

Carta a Marcelo

[Fonte: Jornal de negócios]
Há dias, V. Ex.ª, na qualidade de PR, esteve discretamente sentado na plateia de uma sessão onde eu era orador. […]

Nacional

Medidas reforçadas contra introdução e propagação na UE do cancro do pinheiro

A União Europeia alterou e reforçou as medidas contra a introdução e a propagação na União do cancro-resinoso-do-pinheiro, Fusarium circinatum Nirenberg & […]