Live: Conversas a propósito de… Variações Naturais: Montado

O montado surge por desbravamento do bosque mediterrânico há cerca de 9000 anos. Foi criado para produzir alimento em zonas semiáridas, estando adaptado a pouca água e a solos pobres, que ajuda a preservar. Este ecossistema oferece resiliência às alterações climáticas e à perda de biodiversidade. Por isso, encontra-se protegido.
O montado só existe no Mediterrâneo e, para existir, requer intervenção humana: são o pastoreio e as atividades agrícolas que o mantêm. O sobreiro dá a cortiça e é o personagem principal do montado português. A azinheira predomina no interior mais seco. Este ecossistema combina árvores com a produção de carne, como o porco preto, que se alimenta de bolotas e de ramos de azinheiras quando a erva escasseia. Ervas, arbustos e árvores são habitats de outras espécies: líquenes, insetos, aves e mamíferos, incluindo o lince-ibérico. A biodiversidade é enorme.

Com:
António Padeirinha | Câmara Municipal de Viana do Alentejo – Divisão de Desenvolvimento Social e Humano
João Rui Ferreira | APCOR – Associção Portuguesa de Cortiça
Pedro Rocha | Herdade da Contenda
Rui Alves | Companhia das Lezírias

Moderação:
Cristina Branquinho | FCUL | cE3c
Comissária da Exposição “Variações Naturais – Uma viagem pelas paisagens de Portugal”
Professora Associada com Agregação da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e Investigadora no Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais. O seu principal objetivo de investigação passa pela melhoria do bem estar humano através da compreensão de como os fatores antrópicos globais (poluição, eutrofização, mudanças do uso do solo, mudanças climáticas, etc) afetam a estrutura e funcionamento dos ecossistemas, assim como as consequências para o fornecimento de bens e serviços destes. Para isso desenvolve estratégias de monitorização para mitigar, adaptar e restaurar os ecossistemas e a sua biodiversidade num contexto de mudança global. Essas estratégias de monitorização passam por desenvolver, testar, modelar e rastrear indicadores ecológicos de alerta precoce dos fatores de mudança ambiental em ambiente natural, rural e urbano.

REFERÊNCIAS
Exposição Variações Naturais
www.museus.ulisboa.pt/exposicao-variacoes-naturais

Uma iniciativa organizada no âmbito do projeto Lisboa Capital Verde Europeia 2020

Comente este artigo
Anterior Millennium bcp assina acordos com AIP e CAP para linhas de 120 ME e 100ME
Próximo Iniciativa anual da AFLOSOR reuniu associados e técnicos para a prevenção de incêndios rurais

Artigos relacionados

Nacional

Governo moçambicano vai expandir programa de desenvolvimento agrícola a todo o país

O Governo moçambicano anunciou esta quinta-feira que vai expandir o seu programa de apoio ao desenvolvimento agrícola a todo o país, […]

Internacional

Protection of animals during transport: Data on live animal transport

Each year, millions of live animals are transported by road, sea, rail and air within, and to and from, the European Union, for a number of reasons, […]

Últimas

PS recomenda adaptação de prazos do regime de habitação dos trabalhadores do Mira

O PS recomendou ao Governo a alteração da resolução que estabelece as condições de habitabilidade dos trabalhadores agrícolas do Mira, para que […]