Ligeira queda na produção de pêra e maçã no Hemisfério Sul

Ligeira queda na produção de pêra e maçã no Hemisfério Sul

A Associação Mundial de Maçã e Pêra (WAPA) divulgou as previsões de produção e exportação de maçã e de pêra em 2020 no Hemisfério Sul, na sequência da sua Assembleia Geral anual realizada a 7 de Fevereiro, durante a Fruit Logistica, na capital da Alemanha. Estas estimativas combinam dados fornecidos por associações sectoriais da África do Sul, da Argentina, da Austrália, do Brasil, do Chile e da Nova Zelândia.

A nível da maçã, as previsões da WAPA apontam para uma produção de 5.003.000 toneladas, o que representa uma redução de 1% face à colheita de 2019. Ainda na maçã, espera-se que as exportações permaneçam estáveis, com um volume de 1.725 milhões de toneladas.

Quanto à pêra, estima-se que a colheita perfaça 1.276.000 toneladas, o que significa um decréscimo de 3% em comparação com a campanha anterior. Espera-se que as exportações de pêra do Hemisfério Sul diminuam 2%, para 691.660 toneladas.

Na reunião, os participantes actualizaram os números da colheita e de stocks do Hemisfério Norte. Sobre este ponto, a WAPA destaca que, «em geral, as previsões continuam a demonstrar a enorme variação nos volumes de colheita, devido às consequências dos incidentes climáticos que têm afectado as produções».

Segundo a WAPA, na reunião também foram analisados desenvolvimentos na produção de maçã na Eurásia e iniciativas de âmbito global, envolvendo tópicos como marketing, promoção, tendências de consumo, inovação, desenvolvimento de novas estratégias de sustentabilidade – relativamente ao uso de água, à biodiversidade, às emissões de carbono, à adaptação ao desafio do plástico – e divulgação, para consumidores de todo o Mundo, dos benefícios para a saúde do consumo de maçãs e pêras. Neste contexto, a WAPA assinala ainda os esforços do sector para lidar com os novos requisitos e expectativas do mercado no sentido da redução da dependência dos pesticidas.

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas, Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior Álvaro Barreto. Cavaco Silva destaca a “elevada competência” do “negociador exímio”
Próximo CAP lamenta falecimento de Álvaro Barreto, ministro responsável pela aplicação da Política Agrícola Comum em Portugal

Artigos relacionados

Nacional

Frutos alarga período de duração e aposta na sustentabilidade

Em 2019, a Frutos – Feira Nacional de Hortofruticultura, evento que é organizado pela Câmara Municipal das Caldas da Rainha e que normalmente se realiza em Agosto, […]

Comunicados

Concurso Nacional de Azeites de Portugal 2021 com selo de garantia do Conselho Oleícola Internacional (COI)

O Conselho Oleícola Internacional  voltou a conceder, por mais um ano e por comunicação directa do seu Director Executivo, Abdellatif Ghedira, o selo de garantia do COI ao Concurso […]

Internacional

Farmers warn Mexico’s GM corn ban will raise food prices

Mexico’s farmer associations are teaming up and pushing back through legal battles in opposition to a presidential decree to ban genetically modified (GM) maize and glyphosate in […]