Irrigação por gotejamento enterrado promove longevidade da renovação dos canaviais

Irrigação por gotejamento enterrado promove longevidade da renovação dos canaviais

A irrigação por gotejamento enterrado promove diversos benefícios aos canaviais, como a distribuição de água em quantidade correta e no tempo ideal, o que minimiza os gastos e o desperdício do recurso natural.

O sistema enterrado permite as operações de tratos de colheitas mecanizadas sem risco ao equipamento.  Essa irrigação propicia a longevidade da cultura, passando a períodos de renovação muito mais longos. “Normalmente, estes ciclos são de 5 a 7 anos. Existem sistemas de gotejamento enterrados que já estão com ciclos de 21 anos sem necessidade de renovação”, explica o engenheiro agrônomo Elídio Torezani.

Dia de campo

Redgleive Martins Motta, tradicional produtor de abóbora, melancia e café e dono da Fazenda Fortuna, localizada em Medeiros Neto, na Bahia, que há cerca de um ano e meio passou a investir na produção de cana-de-açúcar, está satisfeito com os resultados do sistema de gotejamento enterrado nesta cultura, apresentados no último dia 17.

Os engenheiros agrônomos Elídio Torezani, diretor da Hydra Irrigações, empresa capixaba sediada em Linhares, e Daniel Pedroso, especialista da Netafim em Cana de Açúcar na América Latina, apresentaram aos produtores de cana-de-açúcar e aos profissionais ligados às usinas de álcool e de açúcar os resultados da primeira colheita da fazenda após a implantação do sistema, cuja produtividade alcançada foi de aproximadamente 190 toneladas por hectare.

“A alta produtividade e a economia de recursos, além da facilidade de manejo e da longevidade, são os principais benefícios do gotejamento enterrado para os produtores de cana-de-açúcar”, afirma o engenheiro agrônomo.

Redação – Vera Caser Comunicação | Jéssica Rodrigues 

Escrito em português do Brasil

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior Aberto concurso para criação de selo alusivo à redução do desperdício alimentar. Concorra já
Próximo Assunção Cristas. “PS trata o Governo como se fosse a sua casa”

Artigos relacionados

Dossiers

Incêndios: Governo quer reforçar presença do ICNF, que “estava reduzido” às capitais de distrito

O Governo quer reforçar a presença no território do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), por reconhecer que este organismo do Estado “estava reduzido” às capitais de […]

Nacional

Portugueses dispostos a reduzir consumo de carne

Mais de metade dos portugueses inquiridos no 2.º Grande Inquérito sobre Sustentabilidade mostram-se dispostos a reduzir o consumo de carne e muitos estão disponíveis para pagar mais por carne de produção mais sustentável. […]

Fitotema

Governo já recebeu 81 pacotes de sementes misteriosas enviadas a portugueses

Ministério da Agricultura apela a quem recebeu sementes pelo correio que não as plante nem as deite para o lixo. […]