Incubadora de Base Rural de Guimarães abre candidaturas para 2ª fase

Incubadora de Base Rural de Guimarães abre candidaturas para 2ª fase

A Incubadora de Base Rural de Guimarães, projeto pioneiro da Câmara Municipal de Guimarães, torna público o aviso de abertura de candidaturas à 2ª fase do Programa de Incubação da Incubadora de Base Rural de Guimarães – Elaboração do Plano de Negócios, dirigida a todos os promotores de ideias de negócio que procurem apoio e acompanhamento para a formulação de um plano de negócios estruturado, objetivo e parametrizável, em contexto rural.
Nesta etapa, os empreendedores poderão beneficiar de um apoio gratuito e continuado de 3 meses para a redação de um plano de negócios estruturado e objetivo, que lhes permita desenvolver autonomamente as operações tendentes à criação da sua empresa. Para tal, os promotores selecionados serão integrados num programa de mentoria e numa formação de curta duração especializada em consolidação de planos de negócios.
O programa tem início previsto para 26 de fevereiro de 2018, podendo todos os interessados submeter a sua candidatura entre os dias 29 de janeiro e 2 de fevereiro. Não é a obrigatória a frequência da 1ª fase para poder participar no programa. Os procedimentos para submissão de candidaturas são divulgados no aviso que se encontra publicado no endereço <http://www.cm-guimaraes.pt/pages/1267> e <http://www.labpaisagem.pt/ibr>, podendo ser esclarecidas questões adicionais através do endereço [email protected] ou por telefone, pelo número 253 421 200.
A frequência do programa de capacitação inscrito na etapa Elaboração do Plano de Negócios é gratuita, o que constitui uma oportunidade singular de obter apoio e acompanhamento em condições favoráveis para a constituição de empresas inovadoras e de nova geração que acrescentem valor ao ecossistema de empreendedorismo de base rural de Guimarães.
O Programa de Incubação é só um dos apoios oferecidos pela IBR Guimarães para a provisão das melhores condições para que empreendedores dinâmicos e proativos possam colocar todo o seu esforço e dedicação na criação do seu próprio negócio, nas áreas da produção agrícola, agroindustrial, serviços conexos, turismo em espaço rural, tecnologia aplicada, entre outros. Ao mesmo tempo, visa fomentar o bom uso do solo e o desenvolvimento económico no concelho.
Comente este artigo
Anterior Presidente da câmara municipal de alcácer do sal reúne amanhã com ministros da saúde e da agricultura
Próximo PDR2020 : Formação Financiada - Barcelos

Artigos relacionados

Opinião

Duas cabeças pensam melhor que uma – João Adrião

Estão as catástrofes em Veneza, Austrália e China, todas relacionadas com as alterações climáticas? […]

Comunicados

Maize, sorghum and rye import duties updated by the European Commission

In light of an ample supply and low prices for maize worldwide, the automatic mechanism calculating import duties was triggered, setting as of today import duty on maize, […]

Sugeridas

Presidente da República condecora CAP como membro honorário da ordem de mérito empresarial

A distinção aconteceu no encerramento do Conselho de Presidentes da CAP que, durante dois dias, reuniu cerca […]