Incêndios. Observatório diz que há “problemas que não estão completamente resolvidos”

Incêndios. Observatório diz que há “problemas que não estão completamente resolvidos”

[Fonte: Rádio Renascença]

O Observatório Técnico Independente criado pelo parlamento para acompanhar os incêndios florestais considerou este domingo que há “problemas que não estão completamente resolvidos”, acrescentando que vai fazer um relatório sobre os fogos deste fim-de-semana.

O presidente do Observatório, Francisco Rego, afirmou que este organismo “não se vai pronunciar antes de ser feita uma análise bastante completa” sobre os incêndios que estão a lavrar há mais de 24 horas nos concelhos da Sertã e Vila de Rei (Castelo Branco) e que depois passou para Mação (Santarém).

Francisco Rego adiantou que o Observatório, organismo criado pela Assembleia da República em 2018, vai fazer um relatório sobre estes fogos, mas só depois da época crítica de incêndios, em outubro. “O que tentamos fazer em termos de observatório é manter algum distanciamento e alguma frieza na análise das ocorrências”, disse para justificar o facto em não se alongar sobre a forma como estão a ser combatidos estes incêndios.

No entanto, frisou que “é evidente que há indicadores que apontam para problemas que não estão completamente resolvidos”.

Os incêndios que lavram, desde sábado, nos concelhos da Sertã, Vila de Rei e Mação mobilizam mais de mil bombeiros e 15 meios aéreos, segundo a Proteção Civil.

Comente este artigo

<span class="feed-rss-footer">O artigo <a title="Incêndios. Observatório diz que há “problemas que não estão completamente resolvidos"" href="https://rr.sapo.pt/noticia/158699/incendios-observatorio-diz-que-ha-problemas-que-nao-estao-completamente-resolvidos?utm_medium=rss" target="_blank" rel="nofollow noopener"><i>Incêndios. Observatório diz que há “problemas que não estão completamente resolvidos"</i></a> foi publicado originalmente em <a href="https://rr.sapo.pt/rss/rssfeed.aspx?section=section_noticias" target="_blank" rel="nofollow noopener">Rádio Renascença</a>.</span>

Anterior Oferta de Estágio - Vindima - Viseu
Próximo Primeiro encontro bilateral Luso-Espanhol “Agricultura, Solo e Sustentabilidade” - 25 de julho - Lisboa

Artigos relacionados

Últimas

Integração tecnológica e intensificação sustentável na produção de forragens

[Fonte: Vida Rural]

O balanço do projeto MechSmart Forrages – que ganhou este ano o Prémio Vida Rural ‘Investigação & Desenvolvimento Que Marca’ – é positivo, tendo tido bom rendimento e qualidade da forragem. No seminário final (que decorreu em Elvas na ESAE a 14 de maio) todos os participantes neste projeto, […]

Últimas

Produção experimental de chá branco nos Açores desperta interesse internacional

[Fonte: Agricultura e Mar]

O secretário Regional da Agricultura e Florestas revelou que a produção experimental de chá branco levada a cabo pelo Serviço de Desenvolvimento Agrário de São Miguel (SDASM) está a despertar um crescente interesse internacional, destacando a recente visita de quatro professoras da Universidade de Hunan, […]

Nacional

Agroop: o Big Brother da produção agrícola que ajuda a semear e a poupar

[Fonte: O Jornal Económico]

“Semear inovação, colher grandes resultados” é o mote da startup portuguesa Agroop que pretende ajudar agricultores a monitorizar as atividades no campo e a fazerem contas das despesas com a produção.
Avaliada em mais de 4.5 milhões de euros, […]