Incêndios: Mais de 40 concelhos do interior Norte e Centro e do Algarve em risco máximo

Incêndios: Mais de 40 concelhos do interior Norte e Centro e do Algarve em risco máximo

Mais de 40 concelhos do interior Norte e Centro e da região do Algarve apresentam hoje risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em risco muito elevado estão cerca de 50 concelhos dos distritos de Bragança, Vila Real, Viseu, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Santarém, Beja e Faro e em risco elevado estão mais de 70 dos distritos de Vila real, Braga, Porto, Braga, Coimbra, Leiria, Viseu, Santarém, Lisboa, Évora, Portalegre, Beja e Faro.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O período crítico de incêndios dura até final de setembro e, até lá, é proibido fazer queimadas extensivas ou queima de amontoados sem autorização, usar fogareiros ou grelhadores em todo o espaço rural, e fumar ou fazer qualquer tipo de lume nos espaços florestais.

É proibido ainda lançar balões de mecha acesa ou foguetes ou fazer trabalhos na floresta que possam originar faíscas.

Para hoje o IPMA prevê nebulosidade matinal no litoral oeste, podendo persistir em alguns locais da faixa costeira do Norte e Centro. O vento vai soprar fraco a moderado (até 25 km/h) do quadrante oeste, sendo moderado (25 a 35 km/h) de noroeste na faixa costeira a sul do Cabo da Roca e nas terras altas a partir da tarde.

As temperaturas máximas vão variar entre os 20º (Viana do Castelo, Porto e Viseu) e os 36º (Beja e Évora) e as mínimas entre os 13º (Viseu e Viana do Castelo) e os 19º (Faro).

Comente este artigo
Anterior Sapadores florestais iniciam hoje dois dias de greve para exigirem uma carreira
Próximo Webinar: Abelhas selvagens, esses polinizadores desconhecidos - 27 de julho

Artigos relacionados

Nacional

Uma verdadeira política de proteção do ambiente

Não podemos escamotear nem ignorar uma realidade que existe e que não é de hoje.
Sim, os povos estão hoje confrontados com problemas ambientais que carecem de intervenção e ação firme e determinada dos Estados para os enfrentar. […]

Nacional

1694 concessões em 10 anos. “Nunca seremos um grande produtor de patentes”

Em 2018, as entidades portugueses registaram 220 pedidos de patentes no Instituto Europeu de Patentes (EPO). Os dados divulgados esta semana revelam um crescimento de 46,7%. […]

Últimas

Práticas comerciais desleais conquistam espaço na agenda de Bruxelas

[Fonte: Jornal SOL]
O Grupo de Trabalho para os Mercados Agrícolas, constituído no início de 2016, apresentou há dias ao Comissário Europeu da Agricultura e Desenvolvimento Rural, […]