Incêndios: Atraso na entrega dos drones da Força Aérea vale poupança de quase um milhão a Portugal

Incêndios: Atraso na entrega dos drones da Força Aérea vale poupança de quase um milhão a Portugal

Na sequência da notícia sobre os drones de vigilância aos incêndios florestais, publicada na edição desta semana da VISÃO, a Força Aérea confirmou que já acionou as cláusulas do contrato que penalizam o fornecedor pelo atraso na entrega dos equipamentos. Contrato de 4,5 milhões de euros fica, assim, com desconto de 20%

A Força Aérea acionou as cláusulas que permitem penalizar a empresa UAVision pelo atraso na entrega dos 12 drones adquiridos, em 2020, por 4,5 milhões de euros, para vigilância e combate aos incêndios florestais. As sanções ao fornecedor acabaram por valer uma redução em 20% do preço contratual. Ou seja, o Estado acabou por pagar pelo sistema menos cerca de 900 mil euros do que tinha sido anunciado.

A

Continue a ler este artigo na Visão.

Comente este artigo
Anterior Atualização de estatuto sanitário para a Brucelose Bovina e para a Língua Azul
Próximo Incêndios: risco maior a partir de agosto

Artigos relacionados

Últimas

Mel de Barroso conquista prémio de Mel do Ano pela terceira vez

A edição de 2020 do Concurso Nacional de Mel (CNM 2020), foi a mais concorrida de sempre, tendo contado com a participação de 42 […]

Últimas

Smurfit Kappa desenha embalagem de e-Commerce para fornecedor de ovos líder no Brasil

A Smurfit Kappa, líder do sector da embalagem de papel e cartão canelado, desenhou uma embalagem “inovadora” que permite à Granja Mantiqueira enviar o seu produto através do canal eCommerce. […]

Revistas

Olival e Azeite

Consulte aqui todos os artigos do Grande Plano de Novembro dedicado ao Olival e Azeite: […]