Governo da Madeira prorroga meio aéreo de combate a incêndios até 2024 por mais de 3,7 ME

Governo da Madeira prorroga meio aéreo de combate a incêndios até 2024 por mais de 3,7 ME

O Governo da Madeira adjudicou por mais de 3,7 milhões de euros à Helibravo-Aviação a prorrogação do contrato relativo à utilização do meio aéreo de combate a incêndios até 2024.

A notícia foi inicialmente avançada pelo Jornal da Madeira, que na sua edição de hoje refere que a resolução deveria ser publicada no início desta semana.

A decisão já está, entretanto, publicada no Jornal Oficial da região, sem data, num suplemento de 22 de outubro (sexta-feira).

No documento, é referido que a resolução resulta da reunião de quinta-feira do Conselho do Governo Regional, apesar de não ter constado no texto das conclusões divulgadas pelo gabinete da presidência do executivo madeirense de coligação PSD/CDS-PP, liderado por Miguel Albuquerque.

O Conselho do Governo decidiu adjudicar a operação do meio aéreo de combate a incêndios à Helibravo-Aviação “pelo preço contratual máximo de 3.712.811 euros”, a que acresce o IVA, lê-se no Jornal Oficial.

Esta prestação de serviços terá a duração de sete meses, iniciando-se em 15 de novembro e terminando em 14 de junho do próximo ano, “com possibilidade de duas renovações no máximo, pelo período de um ano cada”.

“A verba necessária para os anos económicos de 2022, 2023 e 2024 será inscrita nos respetivos orçamentos”, pode ler-se na resolução publicada no Jornal Oficial.

A utilização de meios aéreos para combate aos fogos foi durante muitos anos motivo de discussão na Madeira, por se duvidar da capacidade de operacionalização e eficiência, devido à acentuada orografia da ilha e aos ventos registados na região, mas, ao serem introduzidos, em 2018, revelaram-se eficazes.

Comente este artigo
Anterior Boeira propõe nova categoria de Vinho do Porto que poderá valer 30 ME à região do Douro
Próximo Ciclo Conversas com Futuro: Serão Agricultura e Biodiversidade incompatíveis?

Artigos relacionados

Últimas

Projeto de horta vertical quer revolucionar a agricultura na cidade de Lisboa

De um projeto utópico de pensar o futuro da cidade e tornar Lisboa sustentável em termos alimentares nasceu o Upfarming, ou hortas verticais rotativas, ocupando […]

Notícias florestas

Nove concelhos dos distritos de Faro e Santarém com risco muito elevado de incêndio

Nove concelhos dos distritos de Faro e Santarém apresentam hoje um risco muito elevado de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da […]

Nacional

COVA DA BEIRA 2020: lançado concurso para financiamento de projetos agrícolas

Já foi lançado o concurso para o cofinanciamento de projetos de diversificação de atividades na exploração agrícola no âmbito do instrumento de apoio ao desenvolvimento local COVA DA BEIRA 2020. […]