Fundo Ambiental aumenta dotação para mais de 600 milhões

Fundo Ambiental aumenta dotação para mais de 600 milhões

O Governo vai avançar com a integração de mais fundos no Fundo Ambiental, esperando que este instrumento atinja uma  dotação superior a 600 milhões de euros em 2021, o que representa um incremento na ordem dos 30% face à atual estrutura de receitas.

De acordo com a proposta de Orçamento do Estado para o próximo ano, entregue esta segunda-feira na Assembleia da República, o Executivo vai proceder à integração do Fundo Florestal Permanente, do Fundo de Apoio à Inovação, do Fundo de Eficiência Energética e do Fundo para a Sustentabilidade Sistémica do Setor Energético no Fundo Ambiental.

A decisão é justificada com a capacidade de dar maior agilidade a este instrumento financeiro, centralizando todos os apoios no mesmo fundo, mas permitirá também uma poupança de custos de gestão.

O Fundo Ambiental foi criado em 2016 através da incorporação do Fundo Português de Carbono, do Fundo de Intervenção Ambiental, do Fundo de Proteção dos Recursos Hídricos e o Fundo para a Conservação da Natureza e da Biodiversidade.

O Fundo tem por finalidade apoiar políticas ambientais para a prossecução dos objetivos do desenvolvimento sustentável, contribuindo para o cumprimento dos objetivos e compromissos nacionais e internacionais, designadamente os relativos às alterações climáticas, aos recursos hídricos, aos resíduos e à conservação da natureza e biodiversidade, financiando entidades, atividades ou projetos que cumpram esses objetivos.

Para 2021, o Governo determinou ainda que o montante relativo às cobranças provenientes da harmonização fiscal entre o gasóleo de aquecimento e o gasóleo rodoviário é transferido do orçamento do subsetor Estado, até ao limite de 32 milhões de euros, para o Fundo Ambiental.

Continue a ler este artigo no Jornal de Negócios.

Comente este artigo
Anterior Apresentação do Projeto de Promoção da Batata de Portugal nos mercados externos - 15 de outubro
Próximo OE2021: Governo estima investir mais 53 ME em projetos de regadio

Artigos relacionados

Últimas

“Agricultura ecológica” e renovação do setor devem ser estimulados

O plano de recuperação de António Costa Silva defende o estímulo da agricultura ecológica e local e a definição de programas que permitam a […]

Últimas

Maria do Céu Albuquerque: “vamos continuar a trabalhar pela preservação da genuinidade dos produtos tradicionais”

A Ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, esteve hoje na Feira do Pastor e do Queijo de Penalva do Castelo, no distrito de Viseu, onde […]

Últimas

Vem aí a terceira revolução agrícola?

Depois de um século marcado pelo desenvolvimento da mecanização agrícola, a agricultura prepara-se para entrar numa nova era com a introdução de tecnologias de automação e robotização. […]