Fogo com três frentes ativas no Algarve combatido por 200 operacionais e 11 meios aéreos

Fogo com três frentes ativas no Algarve combatido por 200 operacionais e 11 meios aéreos

Um incêndio com três frentes ativas lavra com grande intensidade numa zona florestal em São Marcos da Serra, no Algarve, estando a ser combatido por 200 operacionais e 11 meios aéreos, indicou fonte da proteção civil.

“Quando foi dado o alerta (14.56 horas), o incendido já tinha uma grande intensidade, estando a lavrar com três frentes com muita intensidade numa zona de mato, eucaliptal e sobreiros, numa orografia complicada, num terreno de difícil progressão e zonas difícil acesso que não facilita o trabalho dos bombeiros” revelou à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Algarve.

Apesar de o vento não ser muito intenso, o fogo “está a provocar várias projeções” o que dificulta a tarefa dos 200 operacionais que procuram combater o incêndio que lavra no concelho de Silves, acrescentou.

Segundo a mesma fonte “há muitos meios a caminhos”, numa estratégia concertada para um combate inicial enérgico, numa tarefa que “não se está a revelar fácil”.

De momento “não há relato da existência de pontos sensíveis no terreno”, nomeadamente casas em perigo, mas ainda não foi possível saber a extensão das frentes ou da área ardida.

Segundo os dados disponíveis na página da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, às 17:05 combatiam este incêndio 200 operacionais auxiliados por 57 veículos e 11 meios aéreos.

Cerca de 40 concelhos de oito distritos do interior norte e centro e do Algarve – Faro, Portalegre, Santarém, Castelo Branco, Guarda, Viseu, Vila Real e Bragança – apresentam hoje um risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, pelo menos até ao final da semana vai manter-se o risco de incêndio máximo e muito elevado em vários concelhos do continente por causa do tempo quente.

O artigo foi publicado originalmente em Jornal de Notícias.

Comente este artigo
Anterior Governo dos Açores implementa novos apoios dirigidos à vitivinicultura para melhorar a liquidez e revitalizar o setor
Próximo Criada em Portugal Comissão de Acompanhamento para a Vigilância, Prevenção e Controlo da Vespa velutina

Artigos relacionados

Nacional

Previsões agrícolas do INE: bom desenvolvimento vegetativo de pastagens e culturas forrageiras

Os prados, pastagens e culturas forrageiras mantêm crescimentos elevados e boas recuperações após consumo, registando-se um adiantamento fenológico considerável, face ao habitual nesta altura do ano, […]

Nacional

Portugal leva 75 produtores de vinho à estreia da Vinexpo Paris

Os vinhos portugueses vão estar em evidência em França na 1.ª edição da Vinexpo Paris, de 10 a 12 de Fevereiro. […]

Nacional

Promoção de kiwis de Portugal nos voos da TAP

De 24 a 28 de Junho, foram distribuídos kiwis produzidos em Portugal aos passageiros dos voos da TAP para Brasil, Marrocos, […]