Flores recebem 20 contentores para transporte de gado vivo no início da semana

Flores recebem 20 contentores para transporte de gado vivo no início da semana

“Chegarão à ilha das Flores no início da próxima semana, a bordo do cargueiro ‘Malena’, 20 contentores destinados à exportação e escoamento de gado vivo, que vão permitir retirar um conjunto de animais que estavam a aguardar ligação marítima”, informou José Élio Ventura, citado em nota de imprensa enviada hoje às redações.

O governante garantiu ainda que “o navio fará tantas quantas as viagens necessárias para regularizar a situação no mais curto espaço de tempo, conforme está há muito planeado”.

O navio “Malena” foi fretado pelo Governo Regional por um período de três meses, com opção de extensão do prazo, para colmatar a ausência de chegada de mercadoria por via marítima – com recursos a tráfego local – à ilha das Flores: a última viagem foi realizada em 13 de dezembro de 2019, com as condições adversas do mar a impedirem novas travessias.

Os constrangimentos no abastecimento ao grupo ocidental, depois da destruição total do porto comercial das Lajes das Flores, provocada pela passagem do furacão “Lorenzo”, já tinha levado o Governo Regional a solicitar a colaboração das Forças Armadas para fazer chegar mercadoria às ilhas das Flores e do Corvo.

Na quarta-feira, a Força Aérea e a Marinha levaram para a ilha das Flores um total de 30 toneladas de mercadoria e hoje a Força Aérea transportou quatro toneladas de mercadoria para o Corvo.

A exportação do gado bovino é um problema que já está ultrapassado há cerca de um mês na ilha do Corvo, apontou o diretor regional da Agricultura.

“Apesar da disponibilização de uma plataforma para descarga na ilha das Flores, os agricultores optaram por não a utilizar, o que também tem dificultado uma maior celeridade no escoamento de animais vivos”, menciona a nota.

A plataforma em causa utiliza uma grua que permite o transporte dos contentores, sendo a deslocação no mar efetuada através de um reboque.

Já esta manhã, o PSD/Açores tinha pedido o “pleno aproveitamento” do navio “Malena” para a exportação de gado.

Citado em nota de imprensa, o deputado social-democrata Bruno Belo apontou que “existem cerca de 600 animais para serem exportados da ilha das Flores a aguardar transporte desde outubro. Embora não seja possível que todos os animais saiam ao mesmo tempo, por não haver contentores suficientes, a verdade é que, com o pleno aproveitamento do ‘Malena’, o problema pode ser resolvido em poucas semanas”.

Durante a passagem do “Lorenzo” no arquipélago foram registadas 255 ocorrências e 53 pessoas tiveram de ser realojadas, num total de cerca de 330 milhões de euros de prejuízo, segundo o executivo açoriano.

Continue a ler este artigo no Açoriano Oriental.

Comente este artigo
Anterior Previsão semanal 12 – 18 Janeiro
Próximo João Ponte desafia agricultores a aproveitarem Prorural+ para projectos de primeira instalação

Artigos relacionados

Últimas

Tecnologias de Agricultura de Precisão – PRECISAMENTE 2019

A TERRAPRO está a organizar o ciclo de eventos PRECISAMENTE 2019, a decorrer nos dias 12 e 19 de Setembro, no Porto Alto e em Beja, […]

Internacional

Long-term vision for rural areas: Europeans share their views on rural areas

Improved infrastructure, especially in terms of public transport, is among the most pressing needs for rural areas. Farming is seen as the sector contributing the most to rural areas. […]

Nacional

Fruit Attraction adapta formato face à Covid-19

Os preparativos da 12.ª edição da Fruit Attraction, que decorre de 20 a 22 de Outubro de 2020, com a Flower & Garden Attraction e com o novo projecto Fresh Food Logistics, […]