FCT abre concurso para projetos IC&DT no Parque Natural de Montesinho

FCT abre concurso para projetos IC&DT no Parque Natural de Montesinho

No âmbito dos Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico para a promoção de atividades de I&D de âmbito interdisciplinar e pluridisciplinar a realizar na região do Parque Natural do Montesinho, a FCT – Fundação para a Ciência e Tecnologia abriu um Aviso para apresentação de candidaturas para projetos IC&DT no parque, nas seguintes áreas temáticas:

  1. Observação e conhecimento da Terra: conhecer e monitorizar a região do Parque Natural de Montesinho; desenvolver e aplicar tecnologias inovadoras, incluindo tecnologias espaciais, para medições sistemáticas e observação do património do Parque Natural de Montesinho; processamento e análise de dados, ciência dos dados e modelação e sistemas de previsão, integrando mudanças climáticas, energia, ciência da terra e recursos biológicos;
  2. Clima e alterações climáticas: estudo integrado das interações atmosfera, terra e espaço na região do Parque Natural de Montesinho, e efeitos na evolução do clima, meteorologia e respetivas dinâmicas; aquisição, análise, processamento e divulgação de dados e desenvolvimento de modelos integrados, designadamente para as regiões de montanha;
  3. Sistemas agrários sustentáveis: efeito das alterações climáticas nos sistemas agrários e sua mitigação, nomeadamente na agricultura, florestas e sistemas agrosilvopastoris; proteção contra riscos bióticos emergentes, nomeadamente pragas e doenças de plantas com utilização de agentes biológicos e produtos naturais; conservação dos solos, fixação de CO2 e preservação dos recursos hídricos; valorização dos produtos numa perspetiva de bioeconomia;
  4. Dinâmicas socioculturais: investigação sobre redes de conectividade e qualidade de vida; multiculturalidade e dinâmicas demográficas, populacionais e socioculturais;
  5. Biodiversidade e recursos biológicos, patrimónios naturais e culturais e desenvolvimento regional sustentável: dinâmica dos recursos biológicos no Parque Natural de Montesinho em relação com clima e poluição; evolução do território e da paisagem no Parque Natural de Montesinho, compreendendo práticas socioculturais e formas de espacialização; patrimónios imóvel, móvel e imaterial, sua transversalidade e relação com a construção do conhecimento e memória coletiva; sistemas de monitorização e modelação para a utilização, salvaguarda e valorização de recursos naturais no Parque Natural de Montesinho, seus ecossistemas e biodiversidade; valorização patrimonial e gestão do território para um desenvolvimento sustentável.

Saiba toda a informação aqui.

O artigo foi publicado originalmente em Rede Rural Nacional.

Comente este artigo
Anterior Governo dos Açores colabora com Associação Salvaterra na formação agrícola em Santa Maria
Próximo GM insect-resistant, herbicide-tolerant corn poses no health risk, EU food safety officials say

Artigos relacionados

Últimas

Sunday Blues

Na sua crónica sobre a cíclica e angustiante vertigem que é ver as férias chegarem ao fim, […]

Últimas

Cooperativa de Olivicultores de Borba com produção “acima do esperado, o que demonstra as vantagens do olival tradicional”, diz Paulo Velhinho (c/som)

[Fonte: Rádio Campanário] A região Alentejo deu recentemente início a mais uma campanha de apanha de azeitona, e mais uma vez as questões da seca e dos olivais intensivos voltam a estar em destaque. […]

Nacional

Mercado digital ‘Prove Viseu Dão Lafões’ – “Graças a projetos como este, produtores e consumidores encontraram uma nova oportunidade para venda e compra de produtos”

A Ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, inaugurou, hoje, o Mercado Digital “Prove Viseu Dão Lafões”. Uma iniciativa da Comunidade […]