Exportações de azeite sobem 5% até junho e consumo recua – associação

Exportações de azeite sobem 5% até junho e consumo recua – associação

As exportações de azeite subiram mais de 5% para 94.161 toneladas no primeiro semestre, mas o consumo recuou, apesar de ser expectável uma manutenção dos níveis de 2020, avançou à Lusa a Casa do Azeite.

No primeiro semestre, as exportações portuguesas de azeite atingiram as 94.161 toneladas, acima das 89.323 toneladas registadas no mesmo período do ano anterior, segundo dados provisórios do Instituto Nacional de Estatística (INE) e do Eurostat, citados pela associação.

“As exportações nacionais de azeite tiveram um extraordinário desempenho em 2020, tendo ultrapassado, pela primeira vez na sua história, a barreira das 200.000 toneladas. A julgar pelos dados relativos ao primeiro semestre de 2021, tudo indica que as exportações de azeite de 2021 superarão, novamente, as 200.000 toneladas”, apontou, em resposta à Lusa, a secretária-geral da Casa do Azeite, Mariana Matos.

Já o consumo, de acordo com os dados provisórios da Casa do Azeite, situou-se nas 19.202 toneladas, valor que compara com as 19.994 toneladas contabilizadas entre janeiro e junho de 2020.

Conforme notou Mariana Matos, em 2020, verificou-se um crescimento no consumo de azeite na ordem dos 10,5% face ao aumento do consumo doméstico perante as medidas de confinamento devido à pandemia de covid-19.

No corrente ano, os números apurados pela associação indicam que o consumo “segue a mesma tendência do ano 2020″, mantendo-se quase estável.

“Para além do facto de os consumidores cozinharem mais em casa, pensamos que o facto de o azeite ser reconhecidamente uma das mais saudáveis gorduras também pode contribuir para o aumento de consumo, uma vez que as pessoas demonstram um maior cuidado com a alimentação e com a utilização de produtos saudáveis, que reforcem a sua imunidade. Boas notícias para o setor”, concluiu Mariana Matos.

Com atividade desde 1976, a Casa do Azeite é uma associação patronal de direito privado, que representa a quase totalidade das associações de azeite de marca embalado em Portugal.

Comente este artigo
Anterior Sin demanda en el mercado del aceite de oliva
Próximo CNCDA lança newsletter "Notícias da CNCDA" de julho

Artigos relacionados

Sugeridas

Crédito Agrícola com resultado positivo de 64,2 milhões de euros em junho de 2018

Resultados não auditados de Junho de 2018
Lisboa, 28 de Agosto de 2018
PRINCIPAIS DESTAQUES

No primeiro semestre de 2018, o Grupo Crédito Agrícola apresentou um resultado líquido consolidado de 64,2 milhões de euros, […]

Últimas

Câmara de Vila Verde manifesta “total discordância” com conduta no leito do rio Cávado

A Câmara de Vila Verde manifestou hoje “total discordância” com a colocação de uma conduta no leito do rio Cávado para abastecer um regadio, argumentando que gera “impacto visual […]

Dossiers

Incêndios: PSD alerta que reflorestação do Pinhal de Leiria “está parada”

Os deputados do PSD afirmaram hoje que a reflorestação no Pinhal de Leiria “está parada” e garantiram que, três anos após o incêndio que afetou aquela mata nacional, “pouca ação” foi feita. […]