Evento digital sobre vinhos reúne pela primeira vez consumidores do Brasil e Portugal – 23 a 25 de outubro

Evento digital sobre vinhos reúne pela primeira vez consumidores do Brasil e Portugal – 23 a 25 de outubro

Com o desafio de transportar a experiência de degustação do vinho para plataformas digitais devido à pandemia de covid-19, a 7.ª edição do “Vinhos de Portugal”, evento anual dirigido ao mercado brasileiro, será online e incluirá consumidores portugueses.

Entre os dias 23 e 25 de outubro, os interessados poderão assistir a 62 transmissões ao vivo, de 25 minutos, com produtores locais a falar sobre os seus vinhos e também participar em 15 provas, que incluem vinhos raros, comandadas por críticos e enólogos.

Simone Duarte, curadora do evento, contou à Lusa que o evento será digital pela primeira vez, sendo que nas edições anteriores era organizado em São Paulo e no Rio de Janeiro, facto que possibilitou a abertura para o público de Portugal.

A curadora também explicou que curiosos e amantes de vinho já podem aceder a um vasto conteúdo publicado no sítio digital do “Vinhos de Portugal 2020″, onde os organizadores reuniram histórias inéditas sobre produtores e vinícolas que estão disponíveis de forma gratuita.

“O evento já começou com a viagem que fizemos por 40 dias, quando visitámos 62 quintas portuguesas incluídas na plataforma [vinhosdeportugal2020.com.br]. Lá você encontra todos os produtores, mais de 90 vídeos, mais de 500 fotos e informações sobre todos os vinhos que eles vendem. Isto é algo inédito no mundo”, frisou Simone Duarte.

“A experiência do evento já começa na plataforma […] Esse será o diferencial, esta viagem que propormos às pessoas que agora, em razão da pandemia, não podem viajar. Nem num evento presencial você tem isto. Você tem o vinho que a pessoa pode provar, mas muitas vezes o produtor não está presente”, acrescentou a curadora.

O presidente da associação de produtores ViniPortugal, Frederico Falcão, disse que o formato digital, devido à pandemia, responde à forte procura do Brasil, quarto maior mercado para os vinhos portugueses no mundo.

“Dados de 2019 mostram que o Brasil é nosso quarto maior mercado, mas se formos analisar a influencia dos vinhos portugueses sem o vinho do Porto, o Brasil passa a ser o nosso segundo maior mercado, logo atrás dos Estados Unidos”, contou Falcão.

“O nosso principal mercado de exportações é a França, mas aqui o vinho do Porto tem uma influência grande, o segundo mercado são os Estados Unidos, o terceiro é o Reino Unido, onde vinho do Porto também tem uma influência grande, e logo depois vem o Brasil”, acrescentou.

No ano passado, Portugal exportou cerca de 55 milhões de euros em vinho para o Brasil. As exportações globais do setor somaram cerca de 820 milhões de euros em 2019, segundo o presidente da ViniPortugal.

O representante dos produtores de vinho frisou que a exportação para o Brasil tem saltado cerca de 9% ao ano e, embora reconheça que 2020 tem sido um período difícil em razão da pandemia, os vinhos portugueses mantiveram um sucesso grande entre os brasileiros.

“No Brasil os vinhos portugueses já ocupam a segunda posição em consumo, logo após os vinhos do Chile. Este ano já temos um crescimento de 14% no Brasil”, frisou.

“As coisas estão a correr muito bem e sentimos que o povo brasileiro gosta dos vinhos portugueses e, durante esta época de pandemia, estão a refugiar-se mais nos vinhos portugueses, ou seja, consideram os vinhos portugueses um valor seguro e tem estado a comprar mais”, concluiu.

Comente este artigo
Anterior Webinar: Biomassa e gestão florestal conjunta para diminuir incêndios? Sabugal debate inovação e futuro energético - 23 de outubro
Próximo Projeto INNOACE divulga Manual de Boas Práticas Agrícolas com Imagens de Satélite 

Artigos relacionados

Sugeridas

“O desafio passa por fazer uma intensificação sustentável e tornar o sistema resiliente”

É especialista em micorrizas arbusculares em contexto de agricultura de conservação, um tema que estuda há 25 anos. Isabel Brito, professora na Universidade de Évora, […]

Últimas

Incêndios. Ministro diz que estão limpos 70% dos terrenos sinalizados

Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, revelou, este domingo, que estão resolvidas 70% das mais de 31 mil situações de incumprimentos de limpeza de terrenos, […]

Blogs

Maneio holístico: É preciso planificação económica e ambiental da terra e da pastagem

Maneio holístico: É preciso planificação económica e ambiental da terra e da pastagem
Engenheiro agroecológico Gustavo Ales voltou ao Monte do Pasto para uma formação sobre Maneio Holístico e Método Savory, […]