Encontro Internacional da Phytoma sobre a fitossanidade no cultivo do tomate – 11 e 12 de dezembro – Múrcia

Encontro Internacional da Phytoma sobre a fitossanidade no cultivo do tomate – 11 e 12 de dezembro – Múrcia

O Encontro Internacional Phytoma sobre “A fitossanidade no cultivo do tomate: dos riscos atuais às novas ameaças” vai realizar-se no Auditório e Palácio de Congressos “Infanta Doña Elena” de Águilas, Múrcia (Espanha) nos dias 11 e 12 de dezembro de 2019.

A Phytoma, que organiza este evento em colaboração com o Ministério da Água, Agricultura, Pecuária, Pesca e Meio Ambiente da Região de Múrcia, o Instituto Murciano de Pesquisa e Desenvolvimento Agrícola e Alimentar (IMIDA) e a cidade de Águilas, apresenta o programa desta reunião, que inclui as principais preocupações dos produtores de tomate na bacia do Mediterrâneo e em outras áreas de produção no mundo.

A particularidade e interesse especial deste evento reside, segundo Antonio Monserrat, diretor científico do Encontro, em “abordar os problemas de um ponto de vista global, vinculando as abordagens científicas mais específicas com os técnicos e os do produtor, adaptando-se também à novas tendências regulatórias e de mercado, dentro de um cenário cada vez mais globalizado e de mudanças climáticas”.

Irão participar especialistas estrangeiros, como o cientista mexicano César Ramos, da Agência Internacional Regional de Saúde Agrícola (OIRSA); Ivan Rwomushana, pesquisador do Centro de Biociência Agrícola Internacional (CABI) no Quênia; Antonio Biondi, do Departamento de Agricultura, Alimentação e Meio Ambiente da Universidade de Catania; Julio César Velázquez, gerente de pesquisa e desenvolvimento da Koppert México; Salvatore Walter Davino, chefe do Laboratório de Virologia do Departamento de Agricultura, Alimentação e Ciências Florestais da Universidade de Palermo.

Este evento está destinado a consultores, técnicos, produtores, executivos, pesquisadores, empresas e, finalmente, a todos os profissionais dedicados ao cultivo de tomate e legumes.

Mais informação.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Anterior Projeto CV3: I&DE - A Comunidade científica e o ecossistema da VeV - 16 de dezembro - Montijo
Próximo Oferta de estágio profissional - Vila Verde

Artigos relacionados

Últimas

TERRAPRO desmistifica agricultura de precisão em dia de campo

Num dia de campo realizado em Samora Correia, a 21 de Setembro, a TERRAPRO demonstrou a cerca de 100 agricultores e técnicos que as novas tecnologias – imagens aéreas multiespectrais das parcelas agrícolas, […]

Nacional

“Que Floresta?” é tema para mais uma “Conversa com Café” no Museu Municipal de Azambuja

Facebook
Twitter
Google+
Pinterest
WhatsApp


O Museu Municipal de Azambuja vai ser palco, no serão desta sexta-feira, 29 de março, […]

Últimas

Fenareg apresentou proposta de estratégia para o regadio nacional na Feira Nacional de Agricultura

A 14 de Junho, a Federação Nacional de Regantes de Portugal (Fenareg) apresentou publicamente a sua «proposta de estratégia para as políticas públicas de regadio até […]