Eleições. Para António Costa, a reforma da floresta é “oportunidade de desenvolvimento” e uma das grandes prioridades nacionais

Eleições. Para António Costa, a reforma da floresta é “oportunidade de desenvolvimento” e uma das grandes prioridades nacionais

O secretário-geral do PS, António Costa, afirmou hoje em Vila de Rei que a reforma da floresta “vai continuar a ser uma grande prioridade da próxima legislatura”, realçando a “enorme oportunidade de desenvolvimento do interior” do país.

“Estamos perto das portas do Pinhal Interior, uma das zonas do país onde a floresta é simultaneamente uma riqueza e tem sido também uma ameaça”, disse António Costa no Centro Geodésico de Portugal, em Vila de Rei, no distrito de Castelo Branco.

Para o secretário-geral do PS, o país “tem uma enorme oportunidade para o seu desenvolvimento”, se se “olhar devidamente para a riqueza que tem sido desaproveitada em todas estas áreas designadas de interior”.

António Costa falava no ponto mais central de Portugal, numa ação que constituiu mais um “ponto de paragem” do seu roteiro pela Estrada Nacional (EN) 2, maior estrada nacional, que liga Faro a Chaves.

O líder socialista deu como exemplo de “áreas de oportunidade”, além do “desenvolvimento do turismo”, a “valorização de todos os recursos naturais, sejam as águas termais, os recursos minerais, como a sua beleza paisagística”, a par da atração nestes territórios de investimentos “altamente qualificados e criadores de emprego bem remunerados”, tendo exemplificado com o “’cluster’ aeronáutico” em Ponte de Sor, onde esteve esta manhã, ou ainda os exemplos no Fundão e Proença-a-Nova.

“Temos de prosseguir a reforma da floresta iniciada em 2016 e que agora, com o regime de cadastro simplificado alargado a todo o país, vai-nos permitir nos próximos quatro anos dar um avanço muito significativo, a exemplo do que já fizemos nos 11 concelhos atingidos pelos fatídicos incêndios de 17 de junho de 2017”, afirmou, tendo feito notar que este “é um dos grandes desafios estratégicos” do país.

“A reforma da floresta tem de continuar a ser uma grande prioridade da próxima legislatura e do futuro do nosso país”, concluiu.

Continue a ler este artigo no SAPO 24.

Comente este artigo
Anterior Empresa polaca procura fornecedores biológicos de tremoço, favas, ervilha, aveia e trigo
Próximo Cotações – Suínos – Informação Semanal – 19 a 25 Agosto 2019

Artigos relacionados

Comunicados

Plátano do Rossio Eleito a Árvore Portuguesa do Ano 2021

Foi hoje conhecido o vencedor do concurso nacional. Os portugueses escolhem o Plátano do Rossio como a Árvore Portuguesa do ano de 2021. […]

Últimas

Temporal de sudoeste.

* Temporal de sudoeste – Siuação de risco meteorológico *
Ao longo dos próximos dias esperamos que se instale uma circulação de sudoeste, […]

Últimas

Inseticidas com dimetoato proibidos a partir de 17 de julho de 2020

Os inseticidas e acaricidas com a substância ativa dimetoato, utilizada em fitofarmacêuticos para controlar pragas nas culturas de cenoura, salsa de raiz grossa, […]