Eleições da Madeira. PTP quer reaproveitar águas residuais para a agricultura

Eleições da Madeira. PTP quer reaproveitar águas residuais para a agricultura

Uma comitiva do PTP, liderada pelo candidato José Manuel Coelho e pela cabeça de lista, Raquel Coelho, visitou hoje à tarde os sítios do Rancho e da Caldeira, no município de Câmara de Lobos, para ouvir as preocupações dos agricultores locais, nomeadamente sobre a falta de água para as suas plantações.

“Sabemos que ultimamente tem havido aqui muita falta de água, o que tem obrigado os nossos agricultores a comprarem carros e camiões de água para acorrerem às suas colheitas e plantações. Sabemos que os governos do PSD têm apostado no betão e no alcatrão e a agricultura ficou como o parente pobre”, afirmou aos jornalistas José Manuel Coelho.

O dirigente do PTP afirmou que a falta de água com que os agricultores da região se têm confrontado se deve ao desperdício que é feito nas Estações de Tratamentos de Águas Residuais (ETAR), conclusão a que chegou depois de falar com técnicos dessa área.

“O problema é que com o desenvolvimento da hotelaria e da malha urbana se começou a tirar água dos agricultores para entregar as águas e resíduos para fazer purificação, para entregá-las nos circuitos domésticos, que consomem milhões e hectolitros. Esses hectolitros são levados depois para as ETAR e desperdiçados, sendo lançados no mar”, lamentou.

Por esse motivo, o dirigente do PTP defendeu a aplicação de um modelo que evite esse desperdício e que “devolva a água aos agricultores”.

“O que os técnicos nos informaram é que é necessário haver um investimento no sentido que aquelas águas que são tratadas nas ETAR sejam bombeadas para o seu sítio de origem. Assim, fazíamos como os países desenvolvidos, como é o caso de Israel, onde fazem plantações em pleno deserto”, argumentou.

Para concretizar esse modelo, José Manuel Coelho defendeu a utilização de fundos comunitários: “Existem fundos da União Europeia para esse fim e é preciso haver um governo com vontade democrática de ajudar os agricultores”, concluiu.

O PTP tem um deputado no parlamento regional.

As eleições regionais legislativas da Madeira decorrem no próximo domingo, com 16 partidos e uma coligação a disputar os 47 lugares no parlamento regional.

PDR, CHEGA, PNR, BE, PS, PAN, Aliança, Partido da Terra-MPT, PCTP/MRPP, PPD/PSD, Iniciativa Liberal, PTP, PURP, CDS-PP, CDU (PCP/PEV), JPP e RIR são as 17 candidaturas validadas para estas eleições, com um círculo único.

Nas regionais de 2015, os sociais-democratas seguraram a maioria absoluta – com que sempre governaram a Madeira – por um deputado, com 24 dos 47 parlamentares.

O artigo foi publicado originalmente em SAPO 24.

Comente este artigo
Anterior Portugal Exportador regressa a 27 de novembro - Lisboa
Próximo Agricultores pedem indemnizações por culturas destruídas

Artigos relacionados

Últimas

Recortes de la PAC: La propuesta inicial se frena porque los países más ricos y menos agrícolas quieren recortar más

Los líderes de la Unión Europea (UE) debatirán una nueva propuesta de presupuesto comunitario para los próximos siete años que recortará […]

Últimas

Portugal na estatística dos incêndios

O Sistema Europeu de Informação de Incêndios Florestais registou quase 10 mil hectares de floresta ardidos só em Mação e Vila de Rei este ano. […]

Dossiers

UPL desenvolveu o Vacciplant®, um produto à base de Laminarina, indutor das autodefesas das plantas

A UPL desenvolveu o Vacciplant®, um produto à base de Laminarina, indutor das autodefesas das plantas. […]